Transtornos mentais estão entre os principais motivos de afastamento do trabalho

Os transtornos mentais são a terceira maior causa de afastamentos do trabalho, segundo estudo. Conheça os principais

None
Foto: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 02/08/2016 às 19:26
Atualizado às 21:02

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Os transtornos mentais estão entre os problemas que mais afastam um funcionário de seu trabalho. Um estudo da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP) avaliou a relação entre fatores individuais e as condições de trabalho desfavoráveis relatados por trabalhadores que solicitavam o benefício auxílio-doença.

A pesquisa apontou que os distúrbios da mente são a terceira maior causa de afastamento do trabalho no Brasil. Os transtornos mentais perdem apenas para as doenças do sistema osteomuscular, como a lesão por esforço repetitivo (LER), e as lesões traumáticas.

transtorno trabalho

FOTO: Shutterstock.com

Transtornos que mais afastam

Em muitos casos, os transtornos psiquiátricos desenvolvem-se a partir do estresse ocupacional, causado pela atividade profissional. Segundo dados do Ministério da Previdência Social, entre os distúrbios mais comuns, o que mais prevalece é a depressão, atingindo a marca de 50% em determinadas épocas.

O segundo mais comum é relacionado ao transtorno de ansiedade generalizada (TAG), geralmente associada a episódios de estresse pós-traumático, como acidentes graves ou risco de morte. Profissões de risco, como policiais e bombeiros, e outras atividades que causam exposições a acontecimentos violentos, como bancários e caminhoneiros – sempre sujeios a assaltos e sequestros-relâmpago, também entram para o grupo de risco.

A terceira maior causa de afastamento por distúrbios mentais está relacionada às pertubações geradas pelo consumo de substâncias psicoativas, como drogas ilícitas e álcool. Eles acometem principalmente os profissionais que lidam com aspectos sociais mais evitados pelas pessoas, como o caso de lixeiros, e atividades altamente estressantes, como economistas.

Perfil mais comum

No geral, o resultado indicou uma maior probabilidade de transtornos mentais incapacitantes entre trabalhadores do sexo feminino,de cor de pele branca, com maior nível de escolaridade, com alto consumo de cigarro e álcool, além de presença de diversas comorbidades, como estresse e pressão.

Veja mais!

Conheça alguns casos de transtornos mentais

Desanimada e triste no trabalho? Veja a solução para melhorar seu rendimento

5 mitos e verdades sobre transtornos mentais

Texto: Augusto Biason/Colaborador e Natália Negretti

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.