Como uma boa noite de sono auxilia no processo de emagrecimento?

Segundo o psiquiatra Douglas Calderoni, uma boa noite de sono melhora a sensação de bem-estar e ajuda no processo de emagrecimento ao dar mais disposição.

None
FOTO: iStock/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 28/10/2016 às 08:00
Atualizado às 11:54

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Com a rotina cada vez mais caótica, é normal que as pessoas durmam menos. Porém, para emagrecer, dormir bem é tão importante quanto ter uma alimentação balanceada e praticar exercícios regularmente. “Uma boa noite de sono ajuda a melhorar a sensação de bem-estar, o que dá mais disposição para a prática de atividades físicas e faz com que a pessoa atinja seu objetivo”, afirma Douglas Motta Calderoni, médico psiquiatra da clínica Sintropia. Mas os benefícios não param por aí!

mulher dormindo na cama

FOTO: iStock/Getty Images

Com um padrão de sono não adequado, ou seja, que fica aquém de sete a oito horas por noite, uma série de hormônios fundamentais para controle de saciedade e apetite ficam desregulados. Calderoni  explica que existem estudos que evidenciam que as pessoas que não dormem o suficiente apresentam o índice de massa corporal maior do que aquelas que dormem bem.

Hormônios e sono

Enquanto estamos dormindo, o corpo produz hormônios importantes para o funcionamento do nosso corpo. Entre eles, está o GH, que é responsável pelo crescimento e pela manutenção do tônus muscular. Além disso, o GH evita o acúmulo de gordura, melhora o desempenho físico e ajuda na prevenção de osteoporose.

Esse hormônio começa a ser produzido, aproximadamente, após meia hora de sono, então, quem tem o sono fragmentado sofre mais para sintetizá-lo.

mulher com sono e insônia

FOTO: iStock/Getty Images

Outro hormônio que tem papel significativo no nosso corpo é a leptina, que controla a sensação de saciedade. Segundo o médico, quem permanece acordado por muito tempo produz menos leptina e sente maior necessidade de ingerir carboidratos. A falta de sono também inibe a produção de insulina que, aliada à leptina, eleva a quantidade de cortisol no sangue, mais conhecido como hormônio do estresse.

É válido lembrar que, além dos benefícios para os processos de emagrecimento, uma noite bem dormida também melhora a memória, a capacidade de concentração, o raciocínio e o humor, as funções endócrinas, bem como controla a pressão arterial, reduz a ansiedade, entre outras vantagens.

LEIA TAMBÉM

Texto: Redação Edição: Érica Aguiar Arte: Mary Ellen Machado

Consultoria: Douglas Motta Calderoni, psiquiatra da clínica Sintropia.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.