ESTILO DE VIDA

Mais disposição: veja 3 possíveis causas para o cansaço e fuja delas!

Alguns hábitos comuns para a maioria das pessoas, como a falta de exercícios físicos e as noites mal dormidas, podem afetar sua disposição. Confira!

None
Foto Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 14/09/2016 às 19:43
Atualizado às 20:57

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A resposta para o cansaço frequente tem uma explicação simples: alguns hábitos comuns para a maioria das pessoas, como a falta de exercícios físicos e as noites mal dormidas, podem ser a origem do distúrbio. Conheça quais são as causas mais frequentes e fique longe delas!

mulher segurando balões

Foto Shutterstock.com

1 – Trabalhar demais

Dedicar horas excessivas ao trabalho, sem reservar momentos de lazer, é a origem mais frequente da exaustão. “Com o acúmulo de tarefas diárias, muitas responsabilidades profissionais e familiares, é comum o cansaço mental. Devido a este cansaço mental, nosso sistema endócrino, que é regulador dos hormônios, pode sofrer algumas alterações e refletir em nosso físico”, explica Ricardo Rosa de Avelar, professor de educação física.

2 – Comer mal

Uma dieta com grande quantidade de alimentos refinados e industrializados não fornece nutrientes importantes para o bom funcionamento do organismo e produção de energia. Sendo assim, a má alimentação pode ocasionar diversas deficiências nutricionais e prejudicar o funcionamento do organismo, acarretando em sintomas variados, entre eles o cansaço.

Saiba mais:

Meditação e terapia são tratamentos contra estresse. Conheça 4 deles

Insônia: confira os efeitos no organismo

Por que dormir faz bem para o corpo?

3 – Sedentarismo

Ter um condicionamento físico ruim torna difícil qualquer esforço extra no dia. Por isso, o ideal é realizar atividades físicas regularmente, o que, além de melhorar o condicionamento, também libera hormônios de bem-estar e promove alívio do estresse, trazendo mais disposição para as tarefas diárias de trabalho. “Porém, o excesso de exercícios físicos, sem o devido respeito ao próprio organismo podem também trazer estes distúrbios”, alerta Ricardo.

Texto Laís Rodrigues | Consultoria Ricardo Rosa de Avelar, professor de educação física na Academia Arena Health Center