5 dicas para a reeducação alimentar que irão ajudar na perda de peso!

Confira a seguir cinco dicas para a reeducação alimentar que irão promover uma perda de peso saudável e com muito mais saúde!

None
FOTO: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 05/05/2017 às 08:00
Atualizado às 17:38

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Qualquer mudança exige empenho e dedicação, e quando o assunto é relacionado à alimentação, não seria diferente, certo? Exatamente por isso, adotar novos hábitos e passar a consumir ingredientes mais saudáveis pode ser difícil no começo – mas não impossível. Tendo isso em vista, nas próximas páginas, você irá conferir uma série de dicas para a reeducação alimentar que irão tornar essa mudança mais simples e eficaz, além de sanar possíveis dúvidas sobre o processo!

1. Fome constante

E, afinal, como lidar com essa sensação? O nutrólogo Rafael Higashi dá algumas dicas: “E preciso comer de forma fracionada para nunca ficar muito tempo de estômago vazio. Por exemplo: se você toma café da manhã às 6h e vai almoçar somente às 13h, o que acontece é que na hora da refeição principal estará morrendo de fome”. Portanto, para evitar sentir muita fome ao longo do dia, lembre-se de comer a cada 3 ou 4 horas, totalizando seis refeições diárias – mas não vale consumir alimentos calóricos e muito gordurosos!

2. Paladar adaptado

Quem não está acostumado a comer uma boa variedade de legumes, verduras e frutas pode estranhar a mudança de hábitos. Vale ressaltar que é possível, sim, se acostumar com os sabores e a consistência de alimentos que eram consumidos com pouca frequência. “Isso varia de pessoa para pessoa, ou seja, não existe uma regra. Tem indivíduos que, quando mudamos a alimentação, quase que de imediato se adaptam e adoram. É necessário bastante força de vontade e não desistir de tentar”, esclarece Rafael.

prato com salada e salmão grelhado

Um prato colorido contém muitos nutrientes essenciais ao organismo
(Foto: iStock.com/Getty Images)

3. Perda de peso mais rápida

Sabia que no começo da reeducação alimentar é mais fácil notar os efeitos da nova alimentação refletidos na balança? “Isso acontece porque, no caso do emagrecimento, quando você diminui a quantidade calórica consumida, após um período, o seu organismo diminui a queima metabólica. Ele entende que de alguma maneira você está ingerindo menos alimentos e, por isso, ele deve diminuir a queima calórica”, diz o profissional. Nesse caso, a dica para se manter firme e não desanimar é simples: sua saúde ainda está ganhando com a reeducação. Portanto, manter os bons hábitos é essencial para ter muito mais do que um corpo definido, eles são fundamentais para conquistar bem-estar.

4. Mande a preguiça embora

Uma maneira de potencializar a dieta e conseguir emagrecer com mais facilidade é aderir à prática de exercícios físicos. Não importa a modalidade escolhida, desde que ela seja realizada com frequência. Dessa forma, se você gosta de atividades ao ar livre, pode optar por caminhadas ou vôlei de areia, mas se você pertence ao grupo de pessoas que adoram academias, tem a opção de fazer musculação ou dança. Um coisa é certa: são inúmeras possibilidades de exercícios, sendo que todas trazem uma série de benefícios à saúde.

5. Prato colorido

É importante adicionar mais cores na combinação branco (arroz) e marrom (feijão e carnes) e apostar em legumes e verduras nas refeições, a fim de evitar deficiências nutricionais e doenças A alimentação saudável deve ser equilibrada, contendo todos os grupos alimentares, como vegetais, carnes, carboidratos e até mesmo gorduras (mas aquelas consideradas boas), priorizando alimentos naturais e evitando o consumo excessivo de alimentos industrializados. “Sempre lembrando que cada pessoa tem uma individualidade bioquímica e deve ser avaliada por um profissional capacitado para a definição de um plano alimentar específico”, ensina a nutricionista Mariana Jones.

Texto: Larissa Tomazini

Consultoria:  Mariana Jones, nutricionista; Rafael Higashi, nutrólogo

LEIA TAMBÉM:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.