5 atitudes vilãs que podem atrapalhar seu processo de emagrecimento!

Evitar alguns hábitos alimentares pode ser essencial se sua intenção é perder quilinhos! Saiba quais atitudes evitar para potencializar emagrecimento

None
Foto: iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 12/09/2017 às 07:43
Atualizado às 07:43

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

“Vou começar uma dieta”. Seja por saúde ou estética, quem já não se pegou precisando ou querendo emagrecer? É dado oficial do Ministério da Saúde: mais da metade da população brasileira está acima do peso, e um em cada cinco brasileiros está obeso. O fato é que muitos começam uma dieta com o objetivo do emagrecimento mas não conseguem mantê-la. E vários são os motivos, mas a queixa principal é: não consigo ver resultados.

Sob o olhar da nutrição funcional, cada indivíduo tem necessidades alimentares e metabolismos diferentes, ou seja: a dieta que funciona para um, não vai, necessariamente, funcionar para outro – é preciso avaliar características genéticas e bioquímicas individuais. No entanto, algumas atitudes boicotam qualquer dieta. “Existem diversos fatores que impedem o emagrecimento. O necessário é realizar uma mudança de hábitos, e isso com certeza impactará na perda de peso”, comenta a Dra Daniela Mensinger, nutricionista funcional do Instituto RV.

Com base nisso, confira 5 atitudesvilãs que podem estar boicotando o seu processo de emagrecimento:

A especialista do Instituto RV ainda faz os seguintes alertas:

– Tome água. Muita água.
– Consuma quantidades suficientes de verduras e legumes.
– Evite óleos de canola, soja, milho e margarina.
– Não substitua ervas e temperos naturais por temperos prontos.
– Evite o excesso de sal.

É ainda muito importante, no processo de emagrecimento, tentar levar uma vida balanceada. Uma noite de sono mal dormida, por exemplo, atrapalha muito seu processo. “As pessoas hoje em dia se preocupam muito em contar as calorias, mas se esquecem de observar a qualidade nutricional do alimento, sua carga glicêmica. O segredo está na mudança de hábitos, e não na dieta em si”, finaliza a Dra Daniela Mensinger.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.