Açúcar sem mistérios: confira as principais versões

O açúcar é muito consumido, mas não são todas as pessoas que sabem que esse ingrediente apresenta mais de uma versão. Confira as principais!

None
Foto Shutterstock Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 21/07/2016 às 19:26
Atualizado às 21:02

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Para o corpo, o açúcar contido naturalmente nos alimentos e o produzido pela indústria são a mesma coisa. Ainda que de origens diferentes, no fim, todos se transformam em glicose depois de metabolizados e são utilizados como fonte de energia.

O açúcar refinado é o mais consumido

Foto Shutterstock Images

Apesar disso, o açúcar natural é mais saudável. “O açúcar branco possui calorias vazias (muita caloria com pouco nutriente), aumentando a glicemia rapidamente e, consequentemente, estimulando a secreção de insulina pelo pâncreas, gerando mais apetite”, esclarece a nutróloga Luciana Carneiro.

Tipos de açúcar

Demerara: passa por um refinamento leve e não recebe nenhum aditivo químico. “Possui grãos na tonalidade marrom claro e tem valores nutricionais altos, semelhante aos do açúcar mascavo”, informa Luciana.

SAIBA MAIS:

Quando o uso de adoçante é indicado?

Sobremesas liberadas para quem tem diabetes

Aprenda a fazer um bolo de cenoura light

Refinado: também conhecido como açúcar branco, é o mais comum nos supermercados. “No refinamento, aditivos químicos como o enxofre tornam o produto branco e delicioso. O lado ruim é que esse processo retira vitaminas e sais minerais”, alerta Luciana.

Cristal: possui cristais grandes e transparentes, difíceis de serem dissolvidos em água. “Depois do cozimento, passa apenas por um refinamento leve, que retira 90% dos sais minerais”, descreve Luciana.

Existem vários tipos de açúcar

Foto Shutterstock Images

Mascavo: é bruto, escuro e úmido, extraído depois do cozimento do caldo de cana. “Como não passa pela etapa de refinamento, conserva o cálcio, o ferro e os sais minerais. Mas seu gosto, bem parecido com o do caldo de cana, pode desagradar”, alerta a nutróloga.

Texto  Lara Vendramini/Colaboradora

Consultoria Luciana Carneiro, nutróloga

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.