O que é empoderamento feminino? 5 dicas para entender sua importância

Cada dia mais ouvimos famosas e pesquisadoras falando sobre isso, mas você sabe o que é o empoderamento feminino? Veja essas dicas para entender!

None
FOTO: iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 08/02/2017 às 17:39
Atualizado às 16:18

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A palavra empoderamento vem sendo escutada e lida cada vez mais por aí, seja nos blogs e sites, nas frases das famosas ou no nosso dia a dia. Mas será que sabemos o que o empoderamento femininorealmente significa?

O termo nasceu na língua inglesa como “empowerment“, e significa um conceito de dar poder ou voz para alguém. Aqui no Brasil, começou a ficar conhecida pelo educador Paulo Freire, e logo apareceu no dicionário Aurélio como “o ato ou efeito de promover conscientização e tomada de poder de influência de uma pessoa ou grupo social, geralmente para realizar mudanças de ordem social, política, econômica e cultural no contexto que lhe afeta“.

mulher negra com blusinha azul sorrindo, empoderamento feminino

FOTO: iStock.com/Getty Images

5 dicas para entender a importância do empoderamento feminino

1. Empoderar é dar poder!

A ideia de empoderar não é só estética, mas também política. De acordo com a ONU Mulheres, esse conceito ajuda a promover a igualdade de gênero, o que influencia diretamente na melhora da economia, do desenvolvimento sustentável e na qualidade de vida de todas as pessoas. “Empoderamento feminino nada mais é do que dar o poder pessoal às mulheres, enaltecê-las e fortalecer a autoconfiança para que tenham a liberdade de fazer suas próprias escolhas, definir seus próprios objetivos e ter o controle da própria vida“, explica Semadar Marques, educadora e especialista em inteligência emocional.

2. Fortalecer a autoconfiança

O empoderamento também passa por um aspecto muito pessoal, já que ele pode impulsionar as mulheres a buscar o melhor para elas mesmas e acreditar em sua capacidade. No Brasil, por exemplo, os homens ainda ganham aproximadamente 30% a mais que as mulheres de mesma idade e nível de instrução, de acordo com o Banco Interamericano de Desenvolvimento.

Em uma sociedade distante da igualdade de gênero, é comum ver as pessoas reforçando comportamentos de inferioridade e definindo onde as mulheres podem ou não estar. Para Semadar, por isso o empoderamento é importante nesse aspecto. “Infelizmente muitas mulheres ainda têm como hábito duvidar da própria capacidade ou diminuir seu valor. Com o empoderamento, elas encontram seu próprio espaço e fortalecem seu papel na sociedade, garantindo que estes espaços sejam mais colaborativos, sustentáveis e igualitários”, explica. A autoconfiança também ajuda as mulheres a se sentirem mais seguras para buscar seus direitos!

3. Qual a importância?

De acordo com a ONU, empoderar mulheres é uma atitude que impulsiona o alcance de oportunidades iguais, a garantia de saúde, segurança e liberdade para melhorar a vida de todas. Reduzir a desigualdade e colocar mais lideranças femininas nas empresas, por exemplo, cria vários benefícios nesses ambientes. Elas não só se tornam uma inspiração, mostrando que as mulheres podem ocupar grandes cargos, como essa inclusão também estimula o desenvolvimento da empresa.

mulher em pé com os braços cruzados e outras pessoas sentadas em uma mesa atrás

Foto: iStock.com/Getty Images

4. Girl Power! 

Outro benefício é que as mulheres começam a se enxergar menos como “inimigas” e dão mais apoio umas às outras. Isso melhora a empatia e a colaboração entre elas. “Quando mulheres decidem se apoiar mutuamente, são capazes de unir suas habilidades para conquistar seus objetivos“, diz a especialista.

5. Empoderamento negro 

Com a popularização do termo, outra ideia começou a ganhar cada vez mais espaço na mídia: o empoderamento negro! Historicamente, as mulheres negras sempre estiveram à frente das mais diversas passeatas e mobilizações em busca da igualdade de gênero, e sempre sofreram muito com os problemas do racismo no país. Com o fortalecimento da ideia de empoderamento, cada vez mais mulheres começaram a se sentir confortáveis para assumir seus cabelos e seus traços, além de denunciar o racismo.

Para o feminismo negro, empoderamento possui um significado coletivo, trata-se de empoderar a si e aos outros e colocar as mulheres negras como sujeitos ativos de mudança. Como diz Bell Hooks, empoderamento diz respeito a mudanças sociais numa perspectiva anti racista, anti elitista e sexista através das mudanças das instituições sociais e consciência individuais“, escreveu a filósofa e pesquisadora Djamila Ribeiro para o site Geledés.

LEIA TAMBÉM 

ASSINE NOSSA NEWSLETTER