Jardim vertical: como criar um em espaços pequenos

Quer dar um 'up' na sua área verde? Confira!

Jardim vertical: de fácil instalação, ele purifica o ar da casa
Jardim vertical: de fácil instalação, ele purifica o ar da casa - Shutterstock

por Beatryz Gaia
Publicado em 07/12/2021 às 11:00
Atualizado às 11:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Alô, pais de planta! Quem está por dentro das tendências de casa e decoração, sabe que o jardim vertical está com tudo! Essa organização nas paredes otimiza espaço para quem tem uma casa pequena e, além disso, é uma ótima opção para quem não abre mão dos lindos arranjos com folhas vistosas. Afinal, sua área verde posicionada verticalmente cabe em qualquer canto da casa e oferece vida e cor aos ambientes.

Charmoso e diferenciado, o jardim vertical possui fácil instalação e consegue proporcionar frescor e purificar o ar da casa. Para auxiliar os apaixonados por plantas a criar seu próprio espaço, Juliana Alcantara, coordenadora da categoria de jardinagem da Telhanorte, indica, além de cuidados, as melhores opções de plantas e os materiais mais utilizados. Confira:

Defina o local

Lembre-se: não há regras que determinem o local exato para instalar seu jardim vertical. Seu cantinho verde pode ficar na varanda, na sala de estar ou até mesmo na cozinha. Escolha um local com boa iluminação e invista em suportes apropriados que harmonizem com cada ambiente.

Além disso, seu jardim pode ser montado de diversas formas. Por exemplo: com vasos de plantas sobre tripés no nível do piso, vasos suspensos em treliças ou em cima de prateleiras fixadas às paredes.

Escolha a dedo as espécies

Segundo a coordenadora, escolher as plantas adequadas é essencial para conseguir um belo resultado. Se a planta ficará em locais com sol direto durante o dia, opte por espécies como cactos e suculentas. Agora, se o espaço for de luz solar indireta, opte por plantas como a samambaia, lírios, fícus e antúrio.

Use a criatividade

Existem várias estruturas que permitem criar composições diferenciadas. Porém, a mais comum é a estrutura modular de plástico, que pode ser encontrada em opção individual ou em kits, além das treliças e vasos que possuem fácil montagem e possibilitam a criação de combinações suspensas. Juliana alerta: "certifique-se em relação ao espaçamento entre as plantas para que se tenha espaço suficiente para crescerem ao longo do tempo”, explica.

Capriche na manutenção

Manter as plantas sobre a terra úmida e fresca é fundamental. As podas devem ser feitas periodicamente, tirando galhos e folhas secas e doentes ou ramos que se cruzam ou raspam um no outro. “Isso vai estimular o crescimento saudável das plantas, deixando o jardim ainda mais belo”, conclui Juliana.

Fonte: Juliana Alcantara, coordenadora da categoria de jardinagem da Telhanorte.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.