Connect with us

O que você está procurando?

Alto Astral
O desenvolvimento passa por diversas questões durante nossa evolução. Mas é durante a infância que se deve tomar mais cuidados
- FOTO: Shutterstock Images

O que influencia no desenvolvimento cerebral infantil?

O desenvolvimento passa por diversas questões durante nossa evolução. Mas é durante a infância que se deve tomar mais cuidados

[PAGE TITLE]

O desenvolvimento cerebral vai muito além de uma simples multiplicação de células. Isso porque o organismo é suscetível a fatores internos e externos, que podem alterar o ritmo da formação cerebral durante e depois da gestação.

Sabe-se, por exemplo, que o uso de alguns medicamentos, vício em drogas, deficiências nutricionais e infecções na mãe podem alterar o desenvolvimento do cérebro da criança. Além disso, o neurologista clínico Fabio Sawada Shiba explica que complicações na gravidez e no parto prematuro, sofrimento do feto ou traumatismos também são fatores de dificuldade no desenvolvimento da mente.

menina-criança-desenvolvimento-cerebral

FOTO: Shutterstock Images

 

O psiquiatra Jô Furlan também ressalta que é essencial que a mãe não cultive hábitos prejudiciais, como o tabagismo, ingestão de bebidas alcoólicas e alto nível de estresse. Ter bons costumes alimentares e evitar a obesidade, praticar atividades físicas e um lar com boa qualidade afetiva são determinantes para um bom desenvolvimento neural do bebê. Depois do nascimento, há um período crítico no desenvolvimento que dura até os dois anos.

Especialmente nessa fase, maus tratos ou falta de cuidados podem afetar negativamente a formação do sistema nervoso central. Nessa época, o cérebro também pode ser prejudicado por doenças e malformações de origem genética, deficiências nutricionais, intoxicações, traumatismos cranianos e infecções no sistema nervoso central.

A genética e o desenvolvimento cerebral

Segundo o médico psiquiatra Jô Furlan, a genética influencia 70% da inteligência humana. Os outros 30% se devem a fatores ambientais, como estímulos, treinamentos, entre outros. “Observamos, sim, a possibilidade de geneticamente uma pessoa ser mais inteligente do que outra. Isso não é determinante, mas uma possibilidade que poderá ou não se tornar realidade”, afirma o especialista.

 

LEIA TAMBÉM

Texto: Karen Barbarini – Edição: Giovane Rocha/Colaborador

Entrevistas: Karina Alonso/Colaboradora – Consultorias: Fabio Sawada Shiba, neurologista clínico; Jô Furlan, médico psiquiatra, pesquisador da área da Neurociência do Comportamento

Advertisement
Advertisement

Mais notícias interessantes como essa

Estilo de vida

Algumas doenças podem ser consideradas raras e inusitadas, justamente por causarem sintomas incomuns e que, às vezes, causam estranheza

Estilo de vida

Ter uma alimentação equilibrada é essencial para a saúde, ainda mais no período de gestação, quando a dieta faz toda diferença no desenvolvimento do bebê

Estilo de vida

A insônia pode causar alguns problemas no organismo. Confira os 3 principais e veja o que evitar para ter uma boa noite de sono!

Estilo de vida

Entenda o que rola na cabeça de quem faz compras compulsivas – esse transtorno envolve um complexo sistema que inclui prazer e bem-estar

Estilo de vida

Cercada de preconceitos, a depressão é um transtorno da mente que pode ter consequências extremamente graves. Veja por que ela não é apenas uma tristeza

Estilo de vida

Descubra os principais sintomas e todos os possíveis tratamentos do transtorno dos compradores compulsivos, também chamado de oniomania

Estilo de vida

Saiba tudo sobre a oniomania ou síndrome do comprador compulsivo – um transtorno em que as compras em excesso se tornam algo muito grave

Estilo de vida

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a depressão é a doença mais incapacitante do mundo, estando presente em 7% da população