Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Tem o hábito de beijar o pet? Saiba se isso é um problema
Tem o hábito de beijar o pet? Saiba se isso é um problema - Shutterstock

Pets

Beijar o pet faz mal? Especialistas explicam

Muitos tutores têm o hábito de beijar seu pet na boca (o famoso “lambeijo”) e não sabem se isso pode fazer mal para a saúde

A relação de amor e carinho entre humanos e seus pets é cada vez maior. Ainda mais em um país como o Brasil, que é o terceiro com mais animais domésticos no mundo, de acordo com o Instituto Pet Brasil (IPB). Por isso, atos de afeição com os bichinhos, como os famosos “lambeijos”, são bastante frequentes. Porém, será que eles são saudáveis?

Essa é uma dúvida que passa pela cabeça de muitos tutores que têm essa mania de beijar o pet na boca. E, para muitos especialistas da área da saúde, a resposta é que essa prática não é recomendável e, se feita, deve seguir alguns cuidados.  

Isso não quer dizer que você não deva ter momentos de contato físico com seu cãozinho ou gatinho, já que isso é positivo para a proximidade com eles e até para sua saúde mental. A questão é apenas escolher outras formas de afeição, como abraços e carinhos, e tomar muito cuidado se eventualmente for continuar dando “lambeijos”.

Mas por que beijar o pet na boca não é indicado? E que medidas devem ser tomadas para fazer isso com menos riscos? Descubra a seguir:

Malefícios de beijar o pet

Segundo a veterinária da Pet de TODOS, Ketlin Costa Moreira, beijar o animal de estimação pode acarretar algumas consequências à saúde. O risco é maior ainda se o pet tiver cálculo dentário, condição também conhecida como o tártaro.

“Os bichinhos costumam ser alvo de coleções bacterianas, então é interessante que as pessoas evitem beijar a boca deles, principalmente no caso de crianças, idosos e pessoas com a imunidade comprometida”, alerta a profissional.

Por isso mesmo, a veterinária indica que, se quiser continuar dando “lambeijos” no seu bichinho, uma medida importante é cuidar bem da saúde bucal do animal. Isso deve ser feito por meio de escovação regular e visitas ao veterinário. Dessa forma, a probabilidade de o hábito de beijar o pet te causar alguma doença ou infecção será bem menor.

Saúde bucal dos pets

Vale ressaltar que o “lambeijo” traz riscos não só para o humano, mas também para o próprio pet. Por meio da saliva, o animalzinho pode entrar em contato com bactérias e microrganismos presentes na boca de seu tutor. Ou seja, também é essencial que a sua saúde bucal esteja em dia para que isso não aconteça.

Para manter a boca limpa e a saúde em dia, Diego Cardoso, dentista da rede AmorSaúde, aconselha medidas preventivas. “Faça escovações após as principais refeições, diminua a ingestão de açúcares e alimentos gordurosos, use sempre o fio dental, escove a língua, invista em uma escova de cerdas macias e use creme dental com flúor”, indica.

Ele também recomenda agendar uma consulta odontológica no mínimo duas vezes por ano.

Mais notícias como essa

Horóscopo

Querendo saber de TUDO que os próximos sete dias prometem? Descubra agora, no Horóscopo Semanal do João Bidu

Pets

Um sistema imunológico equilibrado reduz riscos de contrair doenças e contribui para a saúde geral dos animais

Amor e Sexo

Segundo pesquisa, Geração Z é a mais propensa a buscar por relacionamentos abertos ou não monogâmicos no geral

Receitas

Algumas pessoas tendem a chorar sempre que estão cortando cebola, mas é possível usar alguns truques para diminuir o problema