Sydney: a maior cidade da Austrália irá te encantar

Sydney é uma cidade com nome curioso, mas uma riqueza de paisagens e diversas culturais imensas. Conheça-a e a coloque em seu roteiro de viagens.

None
Foto: Wikimedia Commons

por Redação Alto Astral
Publicado em 22/08/2017 às 15:16
Atualizado às 14:14

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Sydney é a maior cidade da Austrália e é o típico caso de país em que as pessoas se confundem com qual cidade é a capital. É como o Brasil: Se você tiver oportunidade de perguntar para pessoas de outros países, irá descobrir que muitas pessoas acreditam que o Rio de Janeiro ou São Paulo são a capital das terras tupiniquins. Na Austrália, acontecem o mesmo. Muitas pessoas acreditam que Sydney é a sua capital, devido ao fato da sua visibilidade no exterior ser maior que Camberra, a verdadeira capital.

No entanto, mesmo não sendo a capital do país, Sydney é a cidade mais importante e famosa do país, atraindo centenas de milhares de turistas anualmente. Hoje, vamos mostrar um pouco das belezas e possibilidades desta cidade cosmopolita, diversa e muito cultural.

Sydney Opera House

Também conhecida como Teatro de Sydney, é um dos edifícios de espetáculo mais marcantes a nível mundial, e um dos símbolos da Austrália.  Com uma programação diversificada, a Opera House é um dos principais lugares para as apresentações musicais, artísticas e performáticas da cidade. Para conhecer o funcionamento desse ícone, faça um passeio pelos bastidores. Esses passeios apresentam muitas informações, disponíveis em diversos idiomas.

fotografia da Sydney Opera House à noite

A Sydney Opera House é um símbolo da cidade e um cartão postal do país. Foto: Wikimedia Commons

Sydney Harbour Bridge

Apelidada de “cabide” devido ao seu formato, a Sydney Harbour Bridge foi inaugurada em 1932 e constitui um grande feito da engenharia australiana. É também um dos cartões postais do país e se tornou famosa pelas caminhadas e pedaladas dos turistas pelo seu trajeto. No entanto, para os mais ousados, existe a opção de escalar a ponte. O serviço é organizado e oferecido pela BridgeClimb, que garante aos turistas a oportunidade de chegar às alturas e ver a cidade por uma perspectiva diferente. Mas não se preocupe, não é necessário possuir experiência em escalada.

Fotografia da Sydney Harbour Bridge à noite.

A Sydney Harbour Bridge foi construída em 1932. Foto: Wikimedia Commons

The Rocks (bairro)

Por que não conhecer um pouco do passado e da história de Sydney? The Rocks é uma área próxima ao porto da cidade que constitui uma verdadeira viagem no tempo. Com suas construções coloniais e roteiros históricos para turistas, as caminhadas pelo local irão te transportar para os primeiros assentamentos europeus no país, ainda no século XVIII.

Fotografia de uma rua de The Rocks, um bairro de Sydney, Austrália.

Em The Rocks, você irá descobrir uma parte da história de Sydney. Foto: Wikimedia Commons

LEIA TAMBÉM

Royal Botanic Gardens

Localizado no centro da cidade, os jardins botânicos foram construídos em 1816 e são o maior da cidade. Contam com diversas atrações para os turistas, como programas educacionais, trilhas e passeios panorâmicos de trem. São 30 hectares de contato com a natureza, legado aborígene e gastronomia local.

Foto dos Royal Botanic Gardens, no centro de Sydney.

Os Royal Botanic Gardens são os pulmões da cidade de Sydney. Foto: Wikimedia Commons.

Bondi Beach

Devido ao fato de a sua região interiorana ser constituída de desertos, as cidades na Austrália se concentram no litoral e as praias ditam o estilo de vida dos moradores. Em Sydney, as coisas não são diferentes. Bondi Beach é a praia do bairro intitulado Bondi Junction, uma das mais famosas da cidade. Tomar um banho de sol na areia ou colocar os pés (e o resto do corpo) em suas águas é indispensável para quem visita a cidade.

Fotografia de Bondi Beach, em Sydney, Austrália.

Bondi Beach é a praia mais famosa de Sydney. Foto: Wikimedia Commons

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.