Sensibilidade nos dentes: conheça quais são as principais causas do problema

Você sabia que o problema pode ter diversas causas? Danos causados ao esmalte, escovação excessiva e gengivite são algumas delas. Algumas medidas podem ser tomadas para evitar que as dores sejam frequentes, dentre elas o uso de cremes dentais específicos. Conheça mais sobre a sensibilidade nos dentes

None
A agressão ao esmalte pode ser uma das principais causas de sensibilidade dentária FOTO: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 24/12/2017 às 09:00
Atualizado às 12:33

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Muitas pessoas sentem aquela dorzinha chata no dente ao comerem algo muito gelado, quente ou doce, mas nem sempre conseguem entender de onde ela vem e por que ela acontece. A sensibilidade nos dentes, como é conhecida, tem diversas causas. Você sabia por exemplo que fazer atividades físicas que exigem esforço e/ou pressão nos dentes pode causar sensibilidade? Ou ainda que gengivite pode agravar o problema? Confira a seguir, quais são as suas principais causas e por que o problema acontece!

Por dentro do problema!

De acordo com a dentista especialista em dentes sensíveis, Thais Azevedo, existem várias razões geradoras e de agravamento da sensibilidadenosdentes. Confira quais são elas:


Uma pesquisa sobre saúde oral encomendada por Sensodyne ao Kantar aponta que 14% dos pacientes brasileiros que sofrem com sensibilidade nos dentes também sofrem de gengivite


Mais a fundo!

A hipersensibilidade é uma resposta dolorosa, de intensidade variável, a um estímulo que seria incapaz de causar esse sintoma em situação de normalidade. Ela é causada por três principais fatores: escovação excessiva ou agressiva, problemas gengivais e ingestão frequente de alimentos e bebidas ácidas. Em casos mais graves, a dor da hipersensibilidade pode se tornar contínua e acarretar em necrose pulpar, isto é, “morte” do dente. Por outro lado, em casos mais brandos, ela pode desaparecer sozinha, o que pode demorar anos, pois para isso acontecer é necessária a formação de dentina esclerótica ou reparadora.

Texto: Redação Alto Astral | Consultoria: Thais Azevedo, dentista especialista em sensibilidade dental. Fonte: Sensodyne e Kantar

LEIA TAMBÉM:

TAGSDENTES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.