ESTILO DE VIDA

Direção segura: grávidas precisam de cuidados extras ao volante!

Mesmo esperando um bebê, a rotina não para. Por isso, as grávidas precisam garantir uma direção segura no trânsito. Saiba como se proteger!

None
Garanta a sua segurança e a do seu bebê! (Foto: iStock)

por Redação Alto Astral
Publicado em 10/05/2017 às 08:00
Atualizado às 12:46

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Já se foi o tempo em que as mulheres ficavam em casa cuidando da família em tempo integral. Cada dia mais independentes, elas têm uma rotina atarefada e cheia de compromissos. Dirigir faz parte do dia a dia, e essa tarefa não precisa ser abandonada durante a gravidez. Porém, é preciso tomar alguns cuidados para garantir uma direção segura no trânsito tanto para a mamãe como para o bebê! Veja algumas dicas:

Cinto de segurança

Para garantir uma direção segura, as grávidas devem usar o cinto de segurança de três pontos mantendo a faixa inferior abaixo da barriga, o mais justo possível. A faixa diagonal não deve ficar sobre a barriga, debaixo do braço ou da axila. Ela deve cruzar o meio do ombro, passar rente os seios e lateralmente ao abdômen.

Atenção nos primeiros meses

Durante o primeiro trimestre da gravidez, período em que é mais comum a ocorrência de tonturas, náuseas, vômitos e sonolência, é aconselhável que a gestante não dirija caso apresente algum desses sintomas, pois compromete a segurança do motorista e de quem está à sua volta.

Depois do oitavo mês

Como regra geral, não é recomendado que a mulher dirija a partir do oitavo mês de gravidez, já que a barriga pode ter crescido o suficiente para estar muito próxima ao volante. Em alguns casos, isso pode ocorrer até antes desse período, havendo, em caso de colisão, um risco maior do descolamento da placenta ou de indução ao parto prematuro. Além de uma direção segura, é preciso cuidar da integridade do bebê!

Mantenha o contato do médico no carro

É aconselhável deixar os telefones do obstetra e de familiares em um local de fácil acesso dentro do carro. Em caso de qualquer mal-estar na direção, como contrações, por exemplo, a gestante deve parar o veículo em local seguro e pedir ajuda por telefone. Caso seja necessário ir a um hospital, é recomendável pegar um táxi. Confira algumas precauções que garantem maior tranquilidade às gestantes no trânsito.

LEIA TAMBÉM: