Dieta da água morna: derreta até 2Kg em 1 semana sem loucuras!

Dieta da água morna emagrece mesmo! A nutricionista Bruna Barreto preparou o cardápio acessível e listou os benefícios saúde desse processo. Saiba mais!

None

por Redação Alto Astral
Publicado em 10/03/2017 às 12:35
Atualizado às 12:06

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A dieta da água morna funciona mesmo, sem que você tenha que fazer loucuras para perder peso. São muitas as dúvidas a respeito da temperatura ideal da água e dos efeitos que ela causa quando o assunto é emagrecimento. A alternativa é uma das melhores, já que além de reduzir medidas, também cuida da saúde de todo o organismo.

A nutricionista Bruna Barreto, pós-graduada em nutrição esportiva e estética e supervisora de nutrição do Hospital Niterói D’Or, bateu um papo com o portal Alto Astral e explicou tudo o que você precisa saber sobre a dieta da água morna. Veja a seguir, o CARDÁPIO e muito mais!

O jeito certo de beber água morna

“Uma pesquisa realizada na Universidade Virgínia Tech, nos Estados Unidos, indicou que consumir de dois a três copos de água antes das refeições favorece o controle do apetite e, consequentemente, a ingestão de uma quantia menor de calorias”, diz a nutricionista.

A ideia é bem simples:

  • 1 copo (300ml) de água morna ao acordar
  • 1 copo (300ml) de água morna 15 minutos antes do café da manhã
  • 1 copo (300ml) de água morna 15 minutos antes do almoço
  • 1 copo (300ml) de água morna 15 minutos antes do jantar

“A filosofia oriental prega que esse hábito diminui a fome, reduz a ansiedade e controla os desejos desnecessários por comida, também conhecidos como gula, que possam surgir eventualmente ao longo do dia. O que acontece é que com a água morna, o estômago acalma e demora mais tempo para que seja esvaziado. Por consequência, o resultado é a diminuição do apetite”, explica a nutricionista.

  • Existe um limite diário? “Não existe um número máximo e mínimo de ingesta de água morna, porém o recomendado é o uso antes das principais refeições. Entende-se que acima disso já é um consumo excessivo, já que as demais refeições são menos calóricas e o benefício no consumo da água morna não seria tão bem aproveitado.”
  • Contraindicações: a dieta da água morna não deve ser feita por pacientes de hemodiálise. No geral, “como o cardápio visa manter uma alimentação equilibrada com consumo de alimentos ricos em fibras, com baixo teor calórico, com aporte proteico adequado, o cardápio em questão não tem contraindicação, fora a indicada”.
  • A importância do acompanhamento nutricional: “toda e qualquer reeducação alimentar deve ser orientada por um profissional especializado e deve se dá de maneira individualizada”.

O que ciência diz sobre a dieta da água morna

Não existem evidências científicas de que a água morna é o fator fundamental do emagrecimento, mas, segundo o que Bruna explicou, muitos profissionais da área afirmam, com experiência, que a água na temperatura aumenta o metabolismo e ajuda na queima de gorduras. “Para os pesquisadores, o que ocorre é que a água eleva o metabolismo basal, aumentando a necessidade do organismo por energia, e consequentemente mobilizando os estoques de gordura.”

A nutricionista completa: “Pesquisas recentes sugerem que consumir água antes das principais refeições ajuda no controle das porções e também contribui para um melhor controle do apetite ao longo do dia. Beber água em quantidades adequadas também contribui para um melhor funcionamento do fígado e do intestino, dois órgãos responsáveis por eliminar toxinas e contribuir para a diminuição das inflamações. Quanto mais inflamado está um organismo, maior pode ser o acúmulo dos quilinhos em excesso.”

LEIA TAMBÉM:

Entrevista: Loyce Policastro/Colaboradora

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.