ESTILO DE VIDA

Conheça casos famosos de cleptomania

Veja alguns casos – reais e fictício – de cleptomania, o distúrbio que faz as pessoas terem um impulso de roubar objetos sem valores significativos

None
Foto: Reprodução

por Redação Alto Astral
Publicado em 20/12/2016 às 12:44
Atualizado às 16:23

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Existem casos de algumas pessoas públicas que já afirmaram possuir cleptomania. Entre eles, a atriz norte-americana Winona Rider, que em 2002 furtou peças de roupas da loja Saks Fifth Avenue, em Beverly Hills, na Califórnia. A acusação teria sido feita por uma das seguranças da loja, e a atriz foi condenada a três anos em liberdade condicional, além de pagar serviços comunitários, multa e fazer terapia psicológica.

Conheça casos famosos de cleptomania

Foto: Reprodução

O rabino Henry Sobel (foto) também possui a cleptomania em seu currículo. Ele foi detido em 2007 na cidade de Palm Beach, nos Estados Unidos, acusado de furtar gravatas de uma loja da rede Louis Vuitton. A polícia encontrou as peças em seu carro e, após passar uma noite sob custódia, pagou fiança e foi liberado. Após um tempo, em entrevista, o rabino pediu desculpas e revelou fazer uso de medicamentos psiquiátricos por conta própria.

Outro caso que, apesar de fictício, ficou marcado no imaginário popular, foi uma personagem da novela América, transmitida pela rede Globo, no ano de 2005. Na trama, a atriz Christiane Torloni interpreta Haydeé, uma mulher de classe alta que praticava o ato de roubar pequenos objetos de baixo valor. Nos episódios, a personagem mostrava, de forma perceptível, a tristeza em não conseguir controlar sua compulsão.

LEIA TAMBÉM

Consultorias: Paulo Miguel Velasco, psicanalista clínico e professor de psicanálise; Rodrigo Pessanha, psiquiatra.

Texto e entrevistas: Jéssica Pirazza/Colaboradora – Edição: Augusto Biason/Colab