ESTILO DE VIDA

Calendário de vacinas: saiba a dose certa para cada idade

Acompanhar a imunização correta é primordial para garantir a saúde do pequeno. Conheça o calendário de vacinas para os bebês

None
Siga rigorosamente as datas do calendário de vacinas para garantir a saúde do seu filho. FOTO: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 14/12/2017 às 17:00
Atualizado às 13:56

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A saúde da criança depende muito das vacinas que ela precisa tomar nos primeiros anos de vida. Por isso, os pais precisam ficar atentos ao calendáriodevacinas e as campanhas de imunização. “Uma proteção ideal só é obtida se o calendário for completo. Doses a menos não se traduzem em proteção adequada contra todas as doenças”, alerta o pediatra Renato Kfouri.

Dúvidas

Todo ano são feitas campanhas de vacinação para doenças específicas, voltada aos grupos mais vulneráveis. É o caso, por exemplo, do HPV, que visa vacinar meninas de 9 a 13 anos. Kfouri esclarece sobre a possibilidade de vacinar a criança fora dessa faixa etária: “podem e devem. O governo, por vezes, não tem recurso para vacinar todas as crianças com todas as vacinas, às vezes nem há no mercado disponibilidade de vacinas para todos. Elegem-se, portanto, os grupos prioritários para serem vacinados. Os demais podem se beneficiar da vacinação recorrendo às clínicas privadas”.
O pediatra ressalta que, ao contrário do que muitos pais pensam, as crianças podem tomar mais de uma vacina no mesmo dia, sem aumentar os riscos de reações ou eficiência da vacina. Confira a seguir o calendário devacinas do seu bebê:

Além do calendário básico, fique atenta às campanhas nacionais de vacinação. As vacinas contra a gripe são dadas dos 6 meses aos 9 anos. Da poliomelite dos 6 meses aos 5 anos. FOTO: Portal da Saúde

Além do calendário básico, fique atenta às campanhas nacionais de vacinação. As vacinas contra a gripe são dadas dos 6 meses aos 9 anos. Da poliomelite dos 6 meses aos 5 anos. FOTO: Portal da Saúde 

Alguns hábitos atrapalham o sono dos bebês! O que ditará o ritmo de sono do pequeno são, principalmente, as atitudes dos pais. O que NÃO fazer:

Texto: Redação Alto Astral | Consultoria: Renato Kfouri, pediatra e neonatologista do Hospital e Maternidade Santa Joana
LEIA TAMBÉM: