Artrose causa dor e desgaste das cartilagens

A artrose é uma doença degenerativa que acomete as cartilagens das articulações e pode causar dores em diversas regiões do corpo.

None
FOTO: Shutterstock Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 02/08/2016 às 19:53
Atualizado às 21:02

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Quando se fala em doenças reumáticas, a artrose — ou osteoartrite — representa cerca de 30% a 40% das consultas em ambulatório da especialidade, de acordo com a Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR).

O problema, que é causa de 6,2% das aposentadorias no Brasil, é caracterizado como o desgaste da cartilagem que nutre os ossos para que não haja atrito entre eles. “A artrose é a doença articular mais frequente que existe, e sua prevalência aumenta com o envelhecimento. Algumas formas de artrose (por exemplo a artrose de mãos) tem um componente genético de predisposição.

A artrose causa dores no corpo, inclusive nas mãos

FOTO: Shutterstock Images

Conheça a artrose

Boa parte dos ossos do corpo são revestidos pelas cartilagens, responsáveis pelo amortecimento dos impactos durante os movimentos. Na osteoartrite, essa proteção se desgasta, fazendo com que o osso sofra pressão e se deteriore, assim como a cartilagem. Logo, as dores que as pessoas sentem podem ser originadas nos ossos, nas estruturas que têm nervos ou ser resultado de problemas no conjunto desses tecidos. A doença é considerada crônica, tendo alguns fatores agravantes.

SAIBA MAIS:

Chikungunya pode causar artrite reumatoide

Conheça a fibromialgia e saiba como combatê-la

Alimentação saudável ajuda a prevenir câncer

“Artrose é uma doença crônica chamada mais comumente de degenerativa, que acomete as cartilagens das articulações. Ela ocorre a partir da meia idade e se caracteriza pelo engrossamento das articulações dos dedos e da sensação de areia em grandes articulações (como os joelhos), o que chamamos de crepitação. O problema leva a uma rigidez das articulações, que é pior quando ficamos parados e melhora quando nos movimentamos – os pacientes referem-se à melhora quando o corpo esquenta’’, explica a reumatologista Claudia Velasco.

Tratamento

Ao ser confirmado o diagnóstico de artrose, é preciso entender que a doença se fará presente pelo resto da vida, ou seja, não tem cura. No entanto, é importante seguir as recomendações médicas para evitar as consequências da evolução do problema. Basicamente, o objetivo do tratamento é propiciar mais qualidade de vida ao paciente, aliviando os sintomas característicos da artrose. Como o aumento do peso, o esforço repetitivo de algumas atividades e a falta de exercícios físicos podem contribuir para o desenvolvimento da doença. Parte do tratamento consiste na mudança de hábitos e, caso isso não seja suficiente, o especialista pode indicar medicações que aliviem a dor. De acordo com a SBR, algumas medidas podem ser tomadas para diminuir os sintomas da doença. São elas:
* Mantenha o peso ideal para a sua altura;
* Pratique atividades físicas regularmente, de preferência, dentro da água, como hidroginástica ou natação;
* Outras atividades como alongamento, pilates, musculação, bicicleta ou até mesmo aulas de danças ajudam o tratamento;
* Utilize palmilhas nos tênis e joelheiras para garantir mais conforto;
* Invista em terapias alternativas, como acupuntura, e até massagens para aliviar a dor;
* Compressas mornas ou com gelo podem ser colocadas no local da inflamação. O ideal é aplicar um ou outro 20 minutos, três vezes por dia.

Consultoria: Claudia Velasco, reumatologista

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.