ESTILO DE VIDA

Fibromialgia: o que é e como combater essa doença

Dores musculares, cansaço e indisposição são alguns sintomas que caracterizam a fibromialgia, doença que gera dores nas fibras musculares.

None
Foto Shutterstock Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 19/07/2016 às 19:14
Atualizado às 21:02

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

De acordo com informações da Associação Brasileira de Fibromiálgicos (Abrafibro), de 1% a 5% da população mundial sofre com a fibromialgia, a qual causa diversos sintomas, como dores musculares, cansaço, indisposição e distúrbios do sono. Atrás apenas da osteoartrite – doença degenerativa que acomete as articulações –, a fibromialgia ocupa o segundo lugar quando se diz respeito às causas mais comuns de dor musculoesquelética crônica, segundo dados da Sociedade Mineira de Reumatologia.

Fibromialgia causa sintomas como cansaço e dores constantes

Foto Shutterstock Images

Fibromialgia: o que é?

A fibromialgia pode ser caracterizada como uma condição generalizada, crônica e dolorosa, ou seja, é uma dor capaz de atingir várias regiões do corpo, principalmente os tendões e as articulações. “A ciência costuma dizer que a fibromialgia é uma síndrome com origem ainda desconhecida, mas genericamente, costuma-se dizer que são dores nas fibras musculares”, explica João Carlos Baldan, acupunturista e especialista em psicopatologia. Em resumo, é correto dizer que essa doença causa dores musculares, que podem ser causadas por uma série de motivos.

SAIBA MAIS:

Como evitar que a bolsa dê dor nas costas

Automassagem alivia dores e cansaço

Descubra se sua dor nas costas é grave

Razões para o surgimento

Apesar das inúmeras pesquisas realizadas, os especialistas não conseguiram descobrir os motivos que facilitam ou ocasionam essa síndrome. Contudo, sabe-se que os índices de serotonina – hormônio responsável pela sensação de bem-estar – são menores nos portadores da fibromialgia.

Além disso, é possível que fatores como estresse, tensão e desequilíbrio hormonal estejam diretamente relacionados ao desenvolvimento da fibromialgia. “Sempre levamos em consideração que a mente e a emoção interferem diretamente nas questões orgânicas e viscerais da pessoa”, acrescenta o profissional. Dessa forma, diferentes razões, isoladas ou até mesmo combinadas, podem favorecer as manifestações da fibromialgia.

Dor na região das costas é comum em pacientes com fibromialgia

Foto Shutterstock Images

Aliados importantes

No caso da fibromialgia, a acupuntura traz ótimos resultados, ainda mais quando combinada com medicamentos e, inclusive, massagens.

“Dependendo do estágio da doença, a massagem pode ser indicada, uma vez que se as fibras estiverem muito inflamadas, o massageamento leve auxilia. Já o processo por agulhamento, como prevê um reequilíbrio da pessoa como um todo, sempre é benéfico, sem contar que se pode tratar localmente a inflamação com fins analgésicos, retirando a dor”, afirma João Carlos.

Consultoria  João Carlos Baldan, acupunturista e especialista em psicopatologia