7 dicas para dormir melhor nos dias gelados

Prepare-se para as noites frias com algumas dicas que vão te ajudar a dormir melhor e espantar o incômodo causado pelas baixas temperaturas (COM VÍDEO)

Saiba como dormir melhor nos dias frios
Saiba como dormir melhor nos dias frios - Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 14/06/2022 às 14:30
Atualizado às 14:30

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Sabe aquela preguiça para acordar nos dias frios? Quando a temperatura cai, não é novidade para ninguém a luta que é levantar e encarar a rotina. Porém, muitas vezes, a insônia bate à porta durante a noite e algumas pessoas acabam ficando mais despertas, sobretudo por não estarem suficientemente aquecidas. 

De acordo com pesquisa da SleepUp, plataforma que utiliza terapia digital para ajudar no tratamento da insônia, cerca de 24% dos indivíduos entrevistados afirmaram pegar no sono com mais dificuldade durante o frio. Já 46% das pessoas relataram que o frio em si é o principal fator que atrapalha o repouso; e, por fim, para mais de 23% os problemas respiratórios comuns desse período acabam prejudicando a qualidade do sossego.

Ainda segundo o estudo, como forma de minimizar o impacto das baixas temperaturas na hora de descansar, os indivíduos analisados revelaram recorrer a algumas estratégias. Mas, como mostra o levantamento, 44% dessas pessoas estão adotando comportamentos que mais prejudicam do que ajudam na qualidade do sono.

Segundo Gabriel Pires, diretor de pesquisa da SleepUp, utilizar eletrônicos antes de dormir é um dos maiores fatores que prejudicam o sono, causando justamente o efeito oposto e atrasando o processo de adormecer — e, mesmo assim, 13% relata que faz uso.

Confira 7 dicas para dormir melhor nos dias gelados
Brasileiros relataram ter mais dificuldade para dormir no frio (Crédito: Shutterstock)

Poucos sabem, mas o clima do cômodo também conta para um sono regulado. Estudos indicam que a temperatura ambiente ideal para proporcionar um bom descanso à noite é entre 18 °C e 22 °C. Dessa forma, é muito comum que com a chegada do inverno as pessoas sintam impactos na qualidade do sono.

De acordo com Gabriel, o sono é muito importante para a imunidade, e ficar sem dormir ou dormir mal, pode prejudicar o sistema imunológico e a resposta imune, tornando as pessoas mais suscetíveis à gripe e resfriados, além de intensificar quadros de rinite, sinusite, alergia ou asma.

Ele também alerta que quando relaxamos e dormimos, a nossa temperatura corporal diminui, dessa forma, é preciso se proteger bem da friaca. "Somado a isso, as madrugadas são, normalmente, mais frias. Assim, é preciso ficar atento a alguns pontos importantes antes de dormir para que esse frio excessivo durante a noite não cause despertares noturnos e não prejudique o descanso", complementa.

Sendo assim, para ter uma noite de sono mais tranquila, agradável e saudável, confira 7 dicas para dormir melhor nos dias gelados:

  • Utilize pijamas ou roupas quentes e confortáveis para dormir;
  • Tenha um bom cobertor de fácil acesso para o caso de sentir mais frio durante a noite, mas cuidado para não se aquecer demais, pois isso também pode atrapalhar o sono;
  • Se você tiver asma, rinite ou outros problemas respiratórios, evite cobertores ou roupas que possam causar alergia;
  • Bebidas quentes ajudam a aquecer e relaxar, mas não exagere na quantidade para não ter que acordar durante a noite para ir ao banheiro;
  • Evite bebidas alcoólicas, cafeína e outros tipos de estimulantes, como chá-mate ou chá-verde;
  • Pode ser tentador passar mais tempo deitado debaixo das cobertas, mas evite permanecer na cama além do período em que de fato for dormir — ou seja, não fique vendo TV, usando internet ou o celular;
  • Não recorra a remédios para dormir sem acompanhamento médico. Dê preferência às soluções não farmacológicas e que tratam as causas do problema.

Fique por dentro das dicas no vídeo a seguir:

Fonte: Gabriel Pires, diretor de pesquisa da SleepUp.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.