ENTRETENIMENTO

Zona de conforto: como sair dela? Especialistas dão as dicas

Sentiu que sua vida está empacada e gostaria de arriscar e inovar mais? Especialistas dão as dicas para sair da zona de conforto definitivamente

None
FOTO: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 12/12/2016 às 14:59
Atualizado às 15:37

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

É na hora que as pessoas resolvem sair da zona de conforto que elas se dão conta de como esse processo é delicado e complexo. “Trata-se do momento em que a gente começa a se colocar para enfrentar o medo”, relata João Alexandre Borba, psicólogo e coach.

carro na estrada soltando balões

FOTO: Shutterstock.com

Zona de conforto: a hora de sair

A questão é que entregar-se ao desconhecido revela justamente um temor que acompanha quase todas as pessoas e que nem sempre notamos: aquilo que é novo nos intimida. “Estar diante de uma nova situação é correr riscos”, aponta a psicóloga Maria Cristina Oda, “porque não é possível prever o que está por vir, tampouco ter o controle disso”. Consegue imaginar algo mais assustador?

E essa situação toda inclui mais um agravante para nos amedrontar: temos – uns mais, outros menos – um verdadeiro pavor das críticas dos outros, e muitas vezes dentro de nós existe um senso crítico ainda mais severo. Como correr riscos, inevitavelmente, nos faz lidar com erros, o medo aparece. “Sair da zona de conforto nos deixa muito críticos em relação a nós mesmos, e isso colabora para que a gente não saia do lugar”, relata o psicólogo.

A saída

É claro que quem se percebe estagnado se sente um pouco triste, mas os profissionais garantem que o caminho não é simplesmente acordar em um belo dia e jogar tudo para o alto. “Não só as grandes mudanças nos tiram da zona de conforto, mas as pequenas transformações de todos os dias também podem ter um efeito”, aponta a coach Andrea Deis.

Dessa forma, experimente se desafiar em atitudes aparentemente simples: mude seu caminho até o trabalho, converse com um colega do emprego que nunca havia trocado ideias antes, altere o horário em que toma banho, use roupas de cores diferentes… Segundo Andrea, é a prática que torna as pessoas mais corajosas para atitudes cada vez maiores.

Ainda assim, a psicóloga Maria Cristina Oda inclui mais um item essencial nessa busca: reavaliar-se. “A maior saída da zona de conforto que o indivíduo pode realizar é com si mesmo, tentando, diariamente, refletir sobre suas ações e desejos e aprendendo, a partir das oportunidades que aparecem ou que procura, uma forma de se desenvolver e encontrar o próprio potencial em tudo aquilo que faz”, indica a especialista.
LEIA TAMBÉM

Consultorias: Andrea Deis, gestora empresarial, coach, pedagoga e palestrante; João Alexandre Borba, psicólogo e coach; Maria Cristina Oda, psicóloga responsável pelo Centro de Estudos e Assistência Psicológica (CEAP), da Beneficência Portuguesa de São Paulo (SP).