Zona de conforto: 6 dicas para identificar se você está nela

Bateu aquela preocupação de que sua vida está muito parada? Confira os sinais de que você pode estar presa na zona de conforto

None
FOTO: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 12/12/2016 às 18:03
Atualizado às 12:22

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Você já se perguntou se é uma dessas pessoas que está presa na zona de conforto? Primeiramente, não é preciso entrar em desespero: quase todo mundo já se questionou a respeito disso alguma vez na vida, é até inevitável. Por isso, os especialistas dão uma força para ajudar a perceber se isso está rolando na sua vida. Confira a seguir uma seleção de possíveis sinais da zona de conforto.

Mulher presa na zona de conforto, medo do que está do lado de fora

FOTO: Shutterstock.com

6 sinais para observar se você está na zona de conforto

1. Ficar muito tempo sem experimentar algo novo, seja uma comida, caminho para o trabalho ou esporte;

2. Falta de motivação para se envolver, com a sua profissão ou com seus próprios relacionamentos, por exemplo;

3. Estar sempre se queixando de alguma coisa da sua vida que poderia melhorar;

4. Forte resistência a mudanças;

5. Sentimento de estagnação geral em relação aos resultados daquilo que se dispõe a fazer diariamente;

6. Sensação de que tudo está do mesmo jeito há meses ou anos, mas que mesmo assim “está tudo bem”

O que fazer?

Caso tenha identificado algum desses sinais, é preciso reforçar que a vontade de mudar já é um primeiro passo. “Depois disso, a melhor saída é procurar um especialista – psiquiatra ou neurologista – e um psicólogo, para que, juntos, possam descobrir esses sinais de acomodação e pensar na melhor maneira de lidar com eles”, sintetiza a psicóloga Maria Cristina Oda.

LEIA TAMBÉM

Consultorias: Andrea Deis, gestora empresarial, coach, pedagoga e palestrante; João Alexandre Borba, psicólogo e coach;
Maria Cristina Oda, psicóloga responsável pelo Centro de Estudos e Assistência Psicológica (CEAP), da Beneficência Portuguesa de São Paulo (SP).

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.