Rosa Parks: a mulher que marcou a luta antissegregacionista nos EUA

Por meio de uma atitude corajosa, a costureira norte-americana Rosa Parks tornou-se símbolo da luta antissegregacionista no país. Descubra o que ela fez!

None
FOTO:

por Redação Alto Astral
Publicado em 13/09/2016 às 13:10
Atualizado às 18:26

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Rosa Parks, ou Rosa Louise McCauley, nasceu no dia 4 de fevereiro de 1913. Costureira e negra, tornou-se símbolo do movimento dos direitos civis dos negros nos Estados Unidos após uma atitude corajosa.

Rosa Parks símbolo da luta antissegregacionista nos Estados Unidos

FOTO: National Archives and Records Administration Records of the U.S. Information Agency Record Group/Wikimedia Commons

Desde 1900, o transporte público na cidade de Montgomery, no Alabama, era legalmente segregado por raça. A comunidade negra sempre foi contra esse sistema, mas as cortes estaduais apoiavam tal norma.

Assim, em primeiro de dezembro de 1955, quando Rosa Parks se recusou a levantar para dar lugar a uma pessoa branca dentro do ônibus, recebeu uma multa. Contudo, seu ato foi o suficiente para o que Martin Luther King Jr. precisava para organizar um boicote em massa contra as companhias de ônibus locais e dar início a luta antissegregacionista no país.

O ato de Parks foi tão marcante que, em 1999, recebeu do presidente Bill Clinton, a mais alta honraria oficial: a Medalha de Ouro do Congresso.

SAIBA MAIS

Quem foi Pagu? Conheça a história da militante política brasileira

Mulher sofre racismo junto com a filha enquanto andava de ônibus

Conheça a história de Martin Luther King

Texto: Nathália Piccoli e Érika Alfaro Edição: Érica Aguiar Arte: Guilherme Laurente