12 músicas para entender como o sertanejo mudou ao longo do tempo

A música sertaneja nasceu em 1900, e desde estão passou por uma série de mudanças. Confira 12 músicas que mostram como o sertanejo mudou com o tempo!

None

por Redação Alto Astral
Publicado em 02/09/2016 às 15:41
Atualizado às 15:46

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Desde que nasceu, no início dos anos 1900, a música sertaneja vem passando por várias mudanças, seja na melodia, no estilo ou no público. No começo de sua história, o “modão sertanejo“, como era conhecido, era feito por compositores nascidos e criados no interior, que levavam uma viola debaixo do braço e logo encontravam uma dupla para seguir com eles em sua caminhada musical.

Com o tempo, a música mudou, se adaptou e implementou outros estilos – como o rock, a eletrônica e até o funk. Conheça 12 músicas que te ajudam a entender a história do sertanejo com o passar dos anos!

1. Cornélio Pires

Cornélio Pires é conhecido como um dos grandes pioneiros da música sertaneja no Brasil.  Foi ele quem levou para os centros das cidades a música caipira do interior, em 1912. Já em 1920, inspirado por Mário de Andrade e todo o movimento modernista, foi criada uma semana para divulgar a arte brasileira. Cornélio montou pela primeira vez um grupo para tocar música caipira, e esse acontecimento ajudou a tornar a música sertaneja mais conhecida.

2. Tonico e Tinoco

A “primeira fase” do sertanejo, como é conhecido o período em que as duplas caipiras passaram a ganhar mais visibilidade, foi muito incentivada por duplas como Tonico e Tinoco e Pena Branca e Xavantinho. Essa fase também é caracterizada por músicas mais voltadas ao tom satírico, contando histórias do dia a dia e menos românticas.

3. Tião Carreiro

Até meados dos anos 1960, cantar músicas que contavam as histórias do cotidiano caipira permaneceu sendo um estilo muito forte, mas lentamente foram sendo incluídas canções de temática amorosa. Tião Carreiro e Pardinho foram dois nomes muito fortes da música caipira nessa época.

4. Milionário e José Rico

A partir dos anos 1960, começaram a ser introduzidos novosinstrumentos na música tradicional sertaneja, como harpas e acordeons. A dupla Milionário e José Rico foi um dos principais destaques desse momento, e graças ao sucesso que fizeram, passaram a inaugurar o estilo típico de nomes engraçados que as duplas sertanejas começaram a adotar.

5. Sérgio Reis

Já em 1970, a fase romântica da música sertaneja começa a ficar mais famosa. Com a Jovem Guarda servindo de inspiração, a guitarra e o vilão elétrico ganharam um espaço na música sertaneja. Sérgio Reis foi um dos principais nomes da época, já que ele gravava baladasromânticas, sem perder a pose de rapaz do interior, e assimilando alguns toques urbanos à sua música.

6. Chitãozinho e Xororó

Uma das duplas mais conhecidas do mundo sertanejo, os irmãos Chitãozinho e Xororó começaram a carreira muito jovens. Em 1970, regravaram a canção “Galopeira“, que em breve se tornaria uma das principais da dupla. Mas foi em 1982, com a canção “Fio de Cabelo“, que os dois conseguiram abrir espaço para o sertanejo nas rádios. O disco vendeu mais de 1,5 milhão de cópias, tornando os dois um dos principais nomes da música caipira até hoje.

7. Zezé di Camargo e Luciano

O sucesso de uma das duplas sertanejas mais famosas do mundo começou no interior de Goiás, incentivada por seu pai, Francisco. Fã de Tonico e Tinoco, ele tinha o sonho de ter dois filhos cantores, e por isso comprou uma gaita e uma viola para que o primogênito pudesse entrar na carreira. A história dos dois se tornou ainda mais conhecida nos cinemas, com o filme Dois Filhos de Francisco. Com 15 anos de carreira, os dois já venderam mais de 22 milhões de cópias.

8. Roberta Miranda

Conhecida como a “Rainha Sertaneja“, Roberta Miranda foi uma das expoentes das mulheres no sertanejo. Ela foi a primeiracantora da música popular brasileira a vender mais de um milhão e meio de discos. No ano passado, ganhou o 26º Prêmio da Música Brasileira na categoria Melhor Cantora de Canção Popular. Seu maior sucesso é a música “A Majestade o Sabiá”, que foi regravado por Jair Rodrigues.

9. Jorge e Mateus

A partir de 2010, começa a surgir no cenário musical brasileiro o “sertanejo universitário“, que é inspirado na música caipira mas se baseia em outras temáticas. Nesse estilo, se misturam as influências da sanfona, da música eletrônica e até do funk, enquanto muitas duplas cantam sobre festas e momentos românticos. Atualmente a dupla Jorge e Mateus é uma das mais conhecidas da cena, sendo também os mais tocados nas rádios e acessados na internet.

10. Luan Santana

Em 2008, Luan Santana surge na cena do sertanejo universitário e logo se torna um dos mais bem sucedidos cantores do estilo. Seu primeiro álbum já vendeu mais de 400 mil cópias e ele continua sendo um dos mais conhecidos do Brasil. O cantor não perdeu a referência das baladas românticas, incluindo no seu repertório um estilo moderno e ao mesmo tempo “de raiz“.

11. Paula Fernandes

Cantora desde os oito anos de idade, Paula Fernandes começou cedo a carreira na música sertaneja. Antes de fazer um estrondoso sucesso, a mineira já fazia pequenos shows e participações em rodeios pelo interior do Brasil. Foi em 2010 que ela estourou como um dos principais nomes femininos da música country, com forte inspiração sertaneja, e ganhou a primeira posição em várias paradas musicais.

12. Gusttavo Lima

Aos poucos, o “modão sertanejo” começou a ser ainda mais misturado com outros ritmos e estilos mais dançantes e animados. Não são poucas as duplas que fizeram parcerias musicais com funkeiros ou artistas de outros estilos. Gusttavo Lima se tornou uma das referências, fazendo sucesso com músicas sobre baladas, festas e “ostentação”, além é claro, da inspiração romântica.

LEIA TAMBÉM 

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.