Escritor Miguel de Cervantes tem o próprio idioma. Entenda!

Miguel de Cervantes é o autor de Dom Quixote de la Mancha, obra clássica da literatura moderna responsável por consolidar o castelhano na Espanha

None

por Redação Alto Astral
Publicado em 08/09/2016 às 15:51
Atualizado às 18:24

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Conhecido mundialmente pela obra Dom Quixote de la Mancha, Miguel de Cervantes foi um poeta, dramaturgo e romancista espanhol que viveu entre os séculos XVI e XVII.

Miguel de Cervantes, poeta, dramaturgo, escritor, espanhol, retrato, preto e branco

Miguel de Cervantes Saavedra, importante escritor espanhol autor do clássico Dom Quixote de la Mancha. FOTO: Reprodução/Shutterstock Images

Idioma próprio

Dom Quixote de la Mancha é talvez uma das obras mais importantes de todos os tempos. Além de ser considerado o primeiro romance da literatura mundial, responsável por estabelecer a estética do formato utilizada até os tempos atuais, foi também essencial para consolidar o castelhano – língua oficial da Espanha -, no território espanhol. Devido a isso, o idioma hoje é conhecido popularmente como “a língua de Cervantes”.

Dom Quixote de la Mancha, livro, capa

Capa de uma das adaptações de Dom Quixote de la Mancha, importante romance escrito por Cervantes. FOTO: Divulgação

Carreira tardia

Cervantes passou a infância em Valladolid e estudou em escolas de Madri e Sevilha, sem concluir cursos. Ingressou no exército e chegou a trabalhar para o governo como cobrador de impostos. Paralelamente, escrevia poemas e peças de teatro. Somente aos 58 anos, começou a se dedicar à literatura.

SAIBA MAIS

Conheça Virgílio, o poeta que virou personagem de A Divina Comédia

Homero: Conheça a vida e a obra do poeta grego que é referência na literatura

Texto: Da redação