Chanel: conheça a história do corte que ficou conhecido no mundo todo

O chanel é um corte versátil, que se tornou a cara da mulher moderna que busca praticidade! Mas você conhece a sua origem? Confira!

None
Foto: Reprodução

por Redação Alto Astral
Publicado em 14/06/2017 às 13:14
Atualizado às 13:14

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A partir da década de 1920, as mulheres começaram a se tornar mais independentes, conquistando inclusive o direito de voto. Um dos reflexos dessas mudanças foi o comprimento dos cabelos. Mulheres corajosas ousaram quebrar os padrões impostos pela sociedade e abriram possibilidades de visual para todos os estilos. Conheça a história do chanel e dos cabelos curtinhos.

Ousadia e atitude

A partir da década de 60, foi adotado o “curtinho” como garantia de um visual que combinasse com diversos formatos de rostos e estilos. O corte é fácil de manter, e não precisa de muitos produtos de finalização. Para dar um ar mais delicado, pode ser usado um franjão lateral na altura da boca.

Cena do filme "Coco antes de chanel"

Foto: Reprodução

Marcada na história!

Coco Chanel foi uma estilista renomada e conhecida como uma mulher à frente de seu tempo. Questionando os padrões impostos pela sociedade, lançou calças, jaquetas, cintos e outras peças mais confortáveis para a rotina de trabalho de mulheres. O seu corte de cabelo ficou consagrado no mundo todo, se tornando um clássico.

Cena do filme "Coco antes de chanel"

Foto: Reprodução

O tipo ideal de chanel

Rosto redondo: o ideal é que o corte seja feito na altura do queixo e repartido de lado.

Rosto quadrado: deve ser mais longo, em camadas, com uma franja lateral ou assimétrica na altura do maxilar.

Rosto oval ou triangular: combina com fios assimétricos, curto na nuca e com a frente mais longa.

Fios lisos, finos e ondulados: não podem ser muito repicados. O ideal é utilizar babyliss para destacar as ondas, e produtos que dão volume para encorpar, caso necessário.

Fios cacheados: prefira deixar os fios secarem naturalmente ou use um difusor para não perderem a forma.

LEIA MAIS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.