Como encontrar animais perdidos?

Além da prevenção, encontrar o animal perdido pode ser mais fácil que se pensa. Para isso separamos algumas dicas de ações e locais para ajudar nessa tarefa.

None
Os cuidados com os cães devem ser maiores quando eles apresentarem alguma doença ou disfunção. Encontrar forma de prevenção para fuga é essencial. (Foto: Shutterstock/Pixabay Images)

por Redação Alto Astral
Publicado em 23/02/2018 às 12:00
Atualizado às 13:52

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Quem nunca abriu o portão da garagem e sentiu um aperto no coração quando o cachorro saiu correndo pela rua? Perder um animal de estimação é tão preocupante quanto perder um membro de nossa família – e encontrar pode ser uma tarefa difícil. Por isso, muitos donos de pets investem em gradinhas e outras formas de proteção para evitar que os animais fujam.

Mas, mesmo com todo cuidado, sabemos que alguns bichinhos são fujões. Em geral, os pets querem se divertir. Eles correm, pulam, brincam e acabam se perdendo. Depois que o animal já está perdido, é hora de aproveitar todos os recursos para encontrá-los. O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) é o primeiro lugar onde deve-se checar o paradeiro no bichinho perdido. O CCZ, além de realizar o controle de doenças e epidemias, também recolhe animais abandonados.

Cachorro com dentes a mostra

Os cuidados para que o animal não fuja não devem cercear sua liberdade e nem causar incidentes. (Foto: Shutterstock/Pixabay Images)

A presidente da Agência de Notícias de Direitos dos Animais (Anda), Silvana Andrade, informa que uma das formas de encontrar seu animalzinho é colocar uma identificação. Além das tradicionais coleiras, existem os microchips. Esses pedacinhos de tecnologia funcionam para o animal assim como nosso RG. Com um leitor do chip, é possível acessar as informações do pet perdido, como raça, cor, idade, e também o contato do dono.

Outro meio de divulgar a perda é procurar as ONGs de proteção aos animais. Essas organizações podem auxiliar na hora de encontrar o pet. Com um banco de dados extenso, as ONGs têm um largo alcance na hora da divulgação.

As redes sociais não ficam de fora. Postar a foto do pet no mural, com a descrição e o contato, também é uma forma de pedir ajuda aos amigos para achar o animal perdido. O importante é comunicar pessoas que possam ajudar na procura e também não deixar de fazer uma busca geral pelo seu bairro e pontos que o animal conhece. Colocar alguns cartazes com a foto do pet e oferecer uma recompensa também é uma possível estratégia.

Confira a lista de sites que podem ajudar:

  • www.procurasecachorro.com.br
  • www.cachorroperdido.com.br
  • Cachorro Perdido do Facebook
  • www.encontra-me.org
  • www.amigoanimal.org.br
  • www.anda.jor.br

VEJA TAMBÉM:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.