Trabalho divino: a vida de quem escolheu o caminho religioso

Dentre as inúmeras possibilidades vocacionais, o trabalho divino é um deles. Confira um pouco dessa vida e descubra se é a sua orientação

None
(Foto: Pixabay.com)

por Redação Alto Astral
Publicado em 07/09/2017 às 09:00
Atualizado às 12:49

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Quando se pensa em uma profissão, as primeiras áreas que vêm na mente são advocacia, medicina, engenharia, docência… Pelos menos, são as mais difundidas nos ideais de uma vida bem sucedida, segundo os padrões sociais. Mas esses não são os únicos caminhos que alguém pode escolher em sua vida. A felicidade está em encontrar aquilo que realmente agrada o coração, uma função para qual se sente atraído. Dentre as inúmeras possibilidades vocacionais, o trabalho divino é um deles.

Os caminhos do sacerdócio

Por mais que seja um tanto rejeitado entre as famílias, por sua falta de prestígio social, o sacerdócio é uma vocação como todas as outras. A origem da palavra vem do latim: sacerdos significa sagrado, já otis significa representado. Sacerdote é aquele que representa o sagrado de uma religião. Trata-se de uma tarefa nada fácil, já que requer sacrifício, devoção e inúmeros preceitos. Na Ordem Cristã, é preciso fazer os votos de pobreza, celibato e obediência. Portanto, a pessoa que deseja seguir o caminho divino deve abrir mão de elementos do mundo material que estão ligados fortemente aos nossos anseios e necessidades humanas.

O chamado e a escolha

A vida religiosa é conhecida por suas restrições rígidas, e construir essa jornada é estar ciente desses preceitos. Alega-se que para essa função divina é preciso um chamado. Mas, além disso, uma escolha muito bem pensada deve ser feita. A entrega pessoal é intensa e alguns questionamentos devem ser considerados:

  • Uma vida sem relações afetivas é viável para você?
  • Você consegue abdicar de uma um dia a dia sem luxo e conforto?
  • Sua liberdade está preparada para ser orientada pelo ofício religioso?

Se você sente que o caminho de fé é o que toca seu coração, confira esse vídeo no qual o padre Fábio de Melo aborda o assunto. Sua experiência de vida e as orientações que guiaram sua escolha podem ajudar você na decisão.

LEIA TAMBÉM