Salmos para paz interior: conquiste mais momentos de tranquilidade

Supere os desafios deste ano com a ajuda de poderosos salmos para paz interior, que irão te auxiliar a enfrentar os problemas do dia a dia!

None
Foto: Unsplash

por Redação Alto Astral
Publicado em 26/12/2020 às 11:00
Atualizado às 11:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

2020 não foi um ano fácil por diversos motivos, principalmente devido à pandemia do coronavírus, que afetou o mundo inteiro. Por conta das circunstâncias, todos nós passamos por momentos fora dos nossos planos nos últimos meses. Para deixar as angústias para trás e receber o próximo ano com mais positividade, separamos alguns salmos para paz interior que te trarão o equilíbrio para se sentir melhor. Reze com fé e deixe o divino te ajudar!

Salmos poderosos para pedir paz interior

Salmo 11

“No Senhor confio; como dizeis à minha alma: Fugi para a vossa montanha como pássaro? Pois eis que os ímpios armam o arco, põem as flechas na corda, para com elas atirarem, às escuras, aos retos de coração. Se forem destruídos os fundamentos, que poderá fazer o justo? O Senhor está no seu santo templo, o trono do Senhor está nos céus; os seus olhos estão atentos, e as suas pálpebras provam os filhos dos homens. O Senhor prova o justo; porém ao ímpio e ao que ama a violência odeia a sua alma. Sobre os ímpios fará chover laços, fogo, enxofre e vento tempestuoso; isto será a porção do seu copo. Porque o Senhor é justo, e ama a justiça; o seu rosto olha para os retos.”

Salmo 120

“Na minha angústia clamei ao Senhor, e me ouviu. Senhor, livra a minha alma dos lábios mentirosos e da língua enganadora. Que te será dado, ou que te será acrescentado, língua enganadora? Flechas agudas do poderoso, com brasas vivas de zimbro. Ai de mim, que peregrino em Meseque, e habito nas tendas de Quedar. A minha alma bastante tempo habitou com os que detestam a paz. Pacífico sou, mas quando eu falo já eles procuram a guerra.”

Salmo 123

“A ti levanto os meus olhos, ó tu que habitas nos céus. Assim como os olhos dos servos atentam para as mãos dos seus senhores, e os olhos da serva para as mãos de sua senhora, assim os nossos olhos atentam para o Senhor nosso Deus, até que tenha piedade de nós. Tem piedade de nós, ó Senhor, tem piedade de nós, pois estamos assaz fartos de desprezo. A nossa alma está extremamente farta da zombaria daqueles que estão à sua vontade e do desprezo dos soberbos.”

Leia também:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.