ESTILO DE VIDA

Viroses: 6 hábitos simples que ajudam a mantê-las longe

O contágio é simples e rápido mas, com alguns hábitos simples e fáceis de serem incorporados na rotina, você consegue manter as viroses longe!

None
Foto Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 17/08/2016 às 19:51
Atualizado às 21:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

As viroses são doenças relativamente comuns, mas é possível adotar algumas medidas que dificultam o seu surgimento, como higienizar muito bem as mãos e manter-se distante de outros indivíduos que apresentam esse quadro clínico. Confira dicas que podem ajudar no combate à elas!

mulher tossindo com a mão na boca

Foto Shutterstock.com

Lave as mãos

A principal forma de se evitar as viroses é a higienização adequada das mãos que deve ser realizada com frequência. “Vários vírus são transmitidos por contato, e as mãos são a principal forma de disseminação. Por isso, ao se levá-las contaminadas à boca ou no contato com outras mucosas, como olhos e nariz, pode haver a transmissão da doença”, ensina Alberto Chebabo, infectologista.

Ambiente arejado

Conforme explica o profissional, é importante manter os ambientes limpos e arejados, uma vez que essa medida ajuda na redução do risco de transmissão dos vírus que tem disseminação aérea, como os vírus respiratórios.

Contato limitado

Quando uma pessoa apresenta o quadro de virose, existem grandes chances de haver a contaminação de outros indivíduos, uma vez que o contato entre elas favorece essa transmissão. Por isso, torna-se necessário evitar a proximidade com qualquer pessoa que esteja com esse tipo de doença, como gripe e conjuntivite.

Vacinação

Folha, injeção, desenho, caderno

Foto Shutterstock.com

Existem algumas doenças que são passíveis de serem provocadas por alguns vírus, como as hepatites A e B e sarampo. Nesse caso, é indicado que o paciente procure informações e busque formas de prevenção, como as vacinas.

Coçar os olhos

Em caso de viroses oftalmológicas, como a conjuntivite, além de ser importante manter um contato limitado com outras pessoas, também é fundamental que o paciente evite coçar os olhos, pois isso pode piorar a doença.

Saiba mais:

Grávidas: 5 cuidados para se proteger do zika vírus

HPV: o vírus silencioso

Otite, brotoeja e rubéola: saiba como tratar o bebê

Higienize os alimentos

Antes de ingerir frutas, legumes e verduras (que são os principais transmissores dos vírus causadores desse tipo de doença), é necessário fazer a higienização dos mesmos, com o uso de águas corrente e sanitária.

Texto Larissa Tomazini | Consultoria Alberto Chebabo, infectologista