Problemas com unha encravada? Confira dicas para se livrar do incômodo

Aprenda algumas formas simples de tratar e amenizar a dor causada pela unha encravada para não ficar sofrendo com o problema

None
É necessário ter cuidado na hora de cortar as unhas para que elas possam crescer sem causar problemas. FOTO: iStock.com e Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 10/09/2017 às 07:00
Atualizado às 09:38

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Quem nunca sofreu com uma unha encravada, não é mesmo? Às vezes, sem perceber, deixamos aquela pontinha de unha mal cortada e, quando nos damos conta, já está doendo horrores. E essa é justamente a causa do surgimento do problema. Quando deixamos os cantos da unha cortados de forma incorreta, ela acaba entrando na pele do dedo quando cresce de novo, causando a dor e a inflamação características no local. Para evitar tudo isso, receitamos aqui alguns métodos que você pode usar para quando tiver uma unha encravada,para não passar por tanto sofrimento.

Erva contra a dor

Em uma panela, coloque duas xícaras (chá) de água e uma colher (sopa) de folhas de cavalinha. Leve ao fogo para ferver por três minutos. Espere amornar e coe. Umedeça uma gaze ou um chumaço de algodão no chá e coloque em cima da unha encravada, pressionando levemente para não doer. Deixe agir por 10 minutos. Faça isso duas vezes ao dia para acelerar o processo de desinflamação das unhas. Se quiser, você também pode deixar os pés de molho por 10 minutos no chá preparado.

Cebola também é remédio

Outra alternativa é utilizar suco de cebola para tratar a unha encravada. Para fazer o suco, é só bater uma cebola no liquidificador com 200ml de água e depois coar. Deixe a unha encravada de molho por 5 minutos no suco, tire e espere secar. Repita o procedimento duas vezes ao dia, até a unha desinflamar. É importante lembrar que esses tratamentos são genéricos. Caso o problema persista, o recomendado é procurar um podólogo para que ele indique um tratamento adequado ao seu caso.

Texto: João Paulo Fernandes/Colaborador

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.