ESTILO DE VIDA

Remédio pode tratar câncer independente de onde esteja localizado, entenda!

A aprovação de um remédio contra o câncer promete tornar o tratamento mais efetivo, pois leva em consideração características moleculares especificas

None
-Foto: Pixabay

por Redação Alto Astral
Publicado em 10/08/2017 às 15:23
Atualizado às 14:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O tratamento para o câncer é feito com medicamentos que agem diretamente no órgão afetado pela doença. Ou seja, os remédios utilizados até então não levavam em consideração a característica molecular da célula cancerígena, o que não era a forma mais efetiva para tratar a patologia. Mas agora tudo mudou. Com a aprovação de um remédio contra o câncer que age de forma mais personalizada.

Isso é um grande passo para a oncologia, pois o tratamento será feito de forma personalizada e mais efetiva. A aprovação da substância foi feita pela FDA (Food and Drug Administration) – agência reguladora americana -, sendo a primeira vez na história da medicina que um medicamento desse tipo foi aceito. Desta forma, o câncer receberá a droga independente de sua localização, seja na mama, ou em qualquer outro órgão.

Conhecido como pembrolizumabe, essa nova tecnologia disponível para intervir na doença poderá ser usada em qualquer tumor avançado, que não tenha correspondido a outros tratamentos. A novidade não foi aprovada ainda no Brasil, pois aqui o composto é utilizado para combater o melanoma (câncer de pele) mais avançado. Já nos EUA, até então ele era aplicado nos casos de linfoma de Hodgkin e nódulos no pulmão.

Agora a medicina norte-americana irá torná-lo uma alternativa para o tratamento, desde que a molécula cancerígena apresente instabilidade de microssatélite, o que nada mais é que uma alteração que dificulta os reparos do DNA. O pembrolizumabe age então nesses casos, estimulando a auto-defesa do organismo e fazendo com que as células ataquem diretamente o câncer.

Essas novidades sobre o remédio contra o câncer é uma nova perspectiva para a cura da doença, já que tem como objetivo interferir nas mutações e não no órgão afetado. É, também, mais um desenvolvimento na medicina, que poderá mudar a realidade dos pacientes. Será que em breve ele será liberado no Brasil?