ESTILO DE VIDA

Reflexologia e iridologia: saiba mais sobre as técnicas

O que são e como funcionam os métodos terapêuticos que podem identificar problemas de saúde por meio de toques e observações.

None
Foto iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 11/08/2016 às 20:48
Atualizado às 21:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

É possível prever um distúrbio antes dos sintomas? Ou ainda, como cuidar bem do corpo para prevenir complicações? É o que propõem a reflexologia e a iridologia, métodos que, diferentemente dos exames clínicos tradicionais, prometem identificar desordens tanto mentais quanto físicas do nosso organismo – e também tratá-las.

olho castanho

Foto Shutterstock.com

Iridologia

O método propõe o conhecimento através da íris ocular para prevenção de disfunções no organismo. “A iridologia é uma ferramenta que auxilia a revelar as fragilidades físicas que podem desencadear problemas na saúde relacionados ao estilo de vida de cada indivíduo”, explica o terapeuta naturista e iridologista Sérgio Marques. A partir das marcas e sinais encontrados na íris dos olhos, é possível identificar o reflexo dos órgãos do corpo. A iridologia determina etapas agudas, subagudas, crônicas e degenerativas nos órgãos enfermos, mediante o exame das áreas correspondentes que existem na íris.

Reflexologia

A técnica consiste em realizar toques nos pontos reflexos dos pés para acalmar certos males e tensões. “Nossos pés representamtodos os órgãos e vísceras do corpo, pelos quais, ao estimular as zonas podais manualmente, podemos acalmar a dor, facilitar a eliminação de toxinas, prevenir certas enfermidades e distúrbios da saúde e restabelecer o equilíbrio”, explica a reflexoterapeuta Maria Thereza Garcia.

mulher massageando os pés

Foto iStock.com/Getty Images

Segundo Maria Thereza, o objetivo da reflexologia é corrigir os três fatores negativos presentes no processo das doenças, que são: congestão (responsável pelo aparecimento de tumores e abcessos), inflamação (como bronquite e sinusite, entre outras) e tensão (responsável pela ineficiência do sistema imunológico). A especialista explica que a técnica ajuda a equilibrar o sistema corporal, estimulando uma área pouco ativa e acalmando uma superativa.

Saiba mais:

Check-up: principais exames para cada idade

Ansiedade: 10 sinais que indicam que você tem!

Tratamento psicoterápico auxilia combate à ansiedade

Consultoria Sérgio Marques, terapeuta naturista e iridologista; Maria Thereza Garcia, reflexoterapeuta