ESTILO DE VIDA

Raciocínio lógico é cobrado em vestibulares e concursos: entenda o tema!

As questões de raciocínio lógico são muito cobradas em vestibulares e concursos, e possuem afirmações que exprimem um pensamento de sentido completo.

None
Vinicius Tupinamba / Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 25/11/2016 às 09:59
Atualizado às 15:16

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

As questões de raciocínio lógico, que são muito cobradas em vestibulares e concursos, possuem proposições, ou seja, afirmações que exprimem um pensamento de sentido completo, que dão razão a algo. Elas podem ter um sentido positivo ou negativo. Veja nos exemplos abaixo:

Exemplo positivo: Roberta sabe dirigir.

Exemplo negativo: Marcos não gosta de salada.

Os exemplos acima são afirmações/proposições. A base das estruturas lógicas é relacionada com o que é verdade ou mentira (verdadeiro/falso). Os resultados das proposições sempre apresentam o resultado como verdadeiro.

lousa, giz, contas, raciocínio lógico

Vinicius Tupinamba / Shutterstock

Princípios do raciocínio lógico

  • Princípio da identidade: determina tudo que é igual a si próprio.

Exemplo: um gato é um gato.

  • Princípio da não contradição: nenhuma proposição pode ser verdadeira e falsa ao mesmo tempo.

Exemplo: a Terra é um planeta; a Terra não é um planeta. Segundo os princípios da não contradição, a afirmação “a Terra não é um planeta” está incorreta.

  • Princípio do terceiro excluído: uma proposição só pode ser verdadeira ou falsa, não existe uma terceira opção ou meio termo.

Exemplo: estudar é fácil. O contrário seria “estudar é difícil”, ou seja, não existe um meio termo.

LEIA TAMBÉM

Texto: Redação Edição: Angelo Matilha Cherubini