ESTILO DE VIDA

Os paizões que fazem o maior sucesso nas Olimpíadas

Dentro ou fora das competições, alguns membros da família mostram que são verdadeiros pais corujas! Confira os paizões que estão fazendo sucesso!

None

por Redação Alto Astral
Publicado em 12/08/2016 às 16:31
Atualizado às 13:10

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Nessas Olimpíadas, o mundo inteiro pôde se emocionar com o talento dos atletas, histórias inspiradoras, momentos que se tornaram inesquecíveis e que fizeram a torcida gritar mais alto a cada minuto emocionante. Mas de um detalhe não podemos nos esquecer: os paizões que protagonizaram momentos lindos durante os jogos olímpicos!

Seja sendo pai coruja, torcendo durante a competição dos filhos ou dando a sua força e incentivo para que eles continuassem buscando seus sonhos, esses pais mandaram super bem no apoio! Conheça alguns papais que estão fazendo sucesso:

1. Michael Phelps, pai de Boomer

Você piscou e Michael Phelps ganhou mais uma medalha. O nadador dono de 13 ouros individuais estreou no Brasil, mas quem ganhou (quase) tanta atenção quanto ele foi seu filho, Boomer. O pequeno, de apenas três meses de idade, era mimado pelo pai entre uma prova e outra. Phelps mostrou que além de recordista, é um baita pai coruja!

Os paizões que fazem o maior sucesso nas Olimpíadas

FOTO: Reprodução/Today.com

2. Luiz Carlos, pai de Rafaela Silva

A medalha de ouro que emocionou o Brasil inteiro tinha nome: Rafaela Silva, a mulher que conquistou o primeiro título para o nosso país nas Olimpíadas em casa. Luiz Carlos, pai da judoca, foi um dos principais responsáveis por auxiliar a filha nessa empreitada. “Fui eu que assinei o papel para autorizar ela a treinar judô na associação de morna associação de moradores da Cidade de Deus”, revelou para o jornal Extra. Luiz contou que a família, muito humilde, dificilmente tinha dinheiro para acompanhá-la nos treinos, mas que o incentivo nunca parou.

Os paizões que fazem o maior sucesso nas Olimpíadas

FOTO: Reprodução/UOL

3. Wellesley, pai de Usain Bolt

O jamaicano Usain Bolt é dono de seis medalhas de ouro olímpicas e 11 em campeonatos mundiais. Considerado o maior velocista de todos os tempos, ele revela que não teria chegado tão longe não fossem seus pais, Wellesley e Jennifer Bolt. Em uma entrevista coletiva, o pai de Usain revelou o segredo que usava para incentivar o filho a correr: inhame! A alimentação da família era baseada nesse tubérculo, que tem alto valor energético. Pelo jeito, funcionou!

FOTO: Reprodução/Snapchat

FOTO: Reprodução/Snapchat

4. Bernardinho, pai de Bruninho

Até chegar à seleção brasileira de vôlei em 2007, Bruninho teve que enfrentar uma enxurrada de críticas. Isso porque muitos diziam que ele tinha conseguido o posto por causa de seu pai, Bernardinho, técnico da seleção. Mas depois de conquistar um título mundial, duas pratas em Olimpíadas e ser capitão do time, ele provou seu talento. Bruninho releva que, apesar das cobranças, os dois se preocupam em manter uma relação forte dentro e fora das quadras.

Os paizões que fazem o maior sucesso nas Olimpíadas

FOTO: Divulgação/FIVB

5. Raminho, pai de Michel Borges

O boxeador Michel Borges arrancou alegria da torcida depois de avançar para as quartas de final da categoria meio-pesado. Mas a torcida tinha alguém ainda mais especial: seu “Raminho”, pai do pugilista, que foi às lágrimas depois de ver a vitória do filho. Michel nasceu na comunidade do Vidigal, e o pai foi um dos responsáveis por incentivá-lo a continuar no mundo dos esportes.

pais-paizao-olimpiadas-2

FOTO: Reprodução/Facebook

6. Joseph, pai de Santo Condorelli

Muita gente ficou espantada com o nadador Santo Condorelli, que antes de cada prova olímpica, fazia um ritual esquisito: mostrava o dedo do meio para a platéia! Quem achou que era falta de educação, no entanto, não sabia o que existia por trás. O dedo em riste é um “ritual” do nadador com seu pai, Joseph. “É uma comunicação entre ele e eu para acalmá-lo, de forma que fique preparado. Tornou-se um bom ritual para nós dois. Ele joga para fora muito da sua irritação com um simples gesto. Isso é muito melhor do que deixar dentro de você. Tenho certeza que isso o acalma bastante no momento em que ele está na plataforma”, revelou o pai para a imprensa canadense.

Os paizões que fazem o maior sucesso nas Olimpíadas

FOTO: Reprodução/Facebook

SAIBA MAIS