Hora de dar papinha para o bebê?

Saiba se chegou a hora de dar as primeiras papinhas para o seu bebê. Dicas práticas para introduzir a alimentação passo a passo para os pequenos

None
Foto: Shutterstock Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 01/08/2016 às 11:31
Atualizado às 21:02

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres
Por volta dos seis meses de vida, uma nova etapa se inicia para o bebê: a degustação de papinhas. Chegou a hora da mamãe começar o processo de desmame e apresentar ao pequeno os alimentos que farão parte das suas refeições durante toda a vida.
A descoberta de um mundo repleto de novas texturas e sabores será uma experiência bastante excitante para toda a família, mas exigirá uma dose extra de paciência por parte dos pais. Cada alimento deve ser introduzido aos poucos, respeitando o tempo e o gosto do pequeno.
papinha para bebês

Foto: Shutterstock Images

Passo a passo

O primeiro passo é oferecer o suco de frutas natural. Nesse novo esquema alimentar, as primeiras mamadas que devem ser substituídas são as do lanche da manhã e da tarde. Depois de um mês da apresentação dos suquinhos, a mamãe já pode oferecer as papinhas doces.
Apesar do nome, as papinhas doces não devem ter adição de açúcar ou mel. As frutas devem ser apenas amassadas com um garfo ou cozidas com um pouco de água, até ficarem com a consistência de purê. Comece com uma ou duas colheradas, evolua para meia fruta até finalmente completar uma fruta inteira.
bebê comendo papinha

Foto: Shutterstock Images

Duas semanas após o bebê estar se deliciando com as frutas e papas, é hora de dar início às papinhas salgadas. Espere pelo menos outras duas semanas para incluir as carnes, que devem ser preparadas na forma de caldos, passar pela carne moída e só evoluir para os pedaços às vésperas do bebê completar nove meses.
Para as papinhas de vegetais, siga o mesmo esquema das papas doces: ofereça para o seu filhote algumas colheradas e evolua até completar o volume de 200 a 240ml (aproximadamente a mesma quantidade de um copo americano).
Saiba mais:

Do jeito certo!

Não é à toa que os especialistas pedem para as mamães amassarem os ingredientes em vez de baterem tudo no liquidificador. Sopas ralas e papas excessivamente moles não oferecem as calorias necessárias para suprir as necessidades diárias do pequeninos, que são de 615kcal dos 6 aos 8 meses, 686kcal dos 9 aos 11 meses e 894kcal a partir do primeiro ano.
Nunca é demais lembrar que as refeições com os alimentos não substituem totalmente as mamadas, mas as complementam. A frequência das mamadas no seio pode ser mantida, com o diferencial de que a criança passará a ingerir, naturalmente, uma menor quantidade de leite.

Lista negra

De acordo com os especialistas, alguns alimentos não devem ser introduzidos na dieta do bebê antes do primeiro ano de vida. O motivo? Eles podem causar reações alérgicas ou contaminações no pequeno. O leite de vaca encabeça a lista negra, já que é responsável por 20% das alergias alimentares. Na sequência vem ovo, amendoim, peixe e mel.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.