Febre amarela: Anvisa divulga novos critérios para doação de sangue

Vacinados contra febre amarela podem transmitir o vírus da doença. Por conta disso, a Anvisa definiu novos critérios para doação de sangue; veja o que mudou

None
Foto: iStock

por Redação Alto Astral
Publicado em 03/03/2017 às 12:10
Atualizado às 20:54

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o Ministério da Saúde (MS) publicaram notas advertindo para o risco da transmissão da febre amarela por meio de transfusão sanguínea ou transplante.

O registro de casos de contágio de febre amarela por transfusão, após o doador ter sido vacinado contra o vírus, alertou o governo em relação às normas do processos de doações, que implementou algumas modificações nos critérios para doação de sangue.

Foto do braço de uma pessoa doando sangue, segurando uma bolinha de borracha vermelha e um médico arrumando a agulha

A febre amarela tem como um dos sintomas a hemorragia. Por isso é tão importante a doação de sangue aos doentes / Foto: iStock

O que muda nos critérios de doação de sangue

O aumento do número de pessoas contagiadas por meio de transfusão sanguínea trouxe mudanças para os critérios clínicos de triagem de candidatos à doação de sangue e de potenciais doadores de órgãos e tecidos.

Quem tiver sido vacinado para febre amarela deve esperar quatro semanas ou fazer a doação antes da vacinação. Já os infectados pelo vírus serão considerados inaptos para doação por seis meses.

Se você quer ser um doador, mas não conhece todos os pré-requisitos nem como funciona a doação, nós preparamos uma matéria especial sobre doação de sangue que explica tudo sobre esse processo, a importância dele e quem pode doar.

Febre amarela

A febre amarela tem, atualmente, pelo pior surto já registrado no Brasil. Se você está preocupado com essa doença, quer entender mais sobre ela e as formas de se prevenir, confira uma lista de informações com tudo sobre o assunto e tire suas dúvidas já.

LEIA TAMBÉM:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.