ESTILO DE VIDA

Enjoo na gravidez: ginecologista dá dicas de alimentação que podem ajudar nessa fase

O enjoo na gravidez incomoda muitas mulheres. Se você sofre com esse problema, confira dicas para aliviá-lo por meio da alimentação

None
Foto: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 14/07/2017 às 07:31
Atualizado às 13:41

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Principalmente nos três primeiros meses, a maioria das mulheres sofre com enjoo na gravidez, sintoma típico, aliás, de que uma nova vida está em seu ventre. Mas será que existe alguma fórmula mágica contra esse incômodo? O ginecologista e obstetra Aléssio Calil Mathias garante que, com algumas atitudes certas, é possível atravessar o primeiro trimestre da gestação sem os enjoos.

Não fique em jejum

Com a falta de glicose na circulação e o estômago vazio, as substâncias da digestão agem mais rapidamente, agravando as náuseas. O estômago muito cheio também pode trazer mal-estar, porque trabalha mais lentamente durante a gestação.
Conselho médico: alimentar-se a cada 3 horas, fracionando as refeições, faz com que as gestantes comam pouco e várias vezes ao dia.

Coma bolachas salgadas para evitar o enjoo na gravidez

Não só as bolachas salgadas, como também alimentos ricos em carboidratos, pois elevam as taxas de glicose no sangue.
Conselho médico: torradas, biscoito de polvilho e macarrão leve também são indicados. Aposte ainda em saladas, grelhados, gelatinas e purês, que são de fácil digestão.

Evite cheiros fortes

Segundo o ginecologista, durante a gravidez, os sentidos da gestante ficam mais aguçados, em especial o olfato e o paladar, causando enjoo.
Conselho médico: “quando o vômito é provocado por um cheiro, a solução é manter distância do que provoca esse efeito: mudar de pasta de dente, pedir para o marido não usar determinado perfume e evitar o manuseio de produtos de limpeza são medidas que podem ajudar”, garante Mathias.

Faça acupuntura

Vários estudos comprovam o efeito benéfico das agulhas nos casos de enjoos durante a gestação. Os especialistas em acupuntura dizem que há um ponto no cotovelo que é imbatível contra enjoos.
Conselho médico: a mulher pode aprender a massagear o local com os dedos ou com a ponta de uma caneta e utilizar esse recurso sempre que o estômago começar a incomodar.

Coloque o gengibre no cardápio

É melhor utilizá-lo na forma de chá ou sentir apenas seu aroma, já que algumas gestantes podem se incomodar com o cheiro forte que o gengibre exala.
Conselho médico: “um jeito de torná-lo menos picante é misturá-lo à hortelã”, sugere o especialista. As folhas dessa erva podem ser usadas como chá ou adicionadas a sucos com o mesmo propósito. Mastigar as folhas de hortelã também reduz o enjoo na gravidez.

Coma bolacha salgada assim que se levantar

Após oito horas de sono, em jejum prolongado, a mulher pode acordar desidratada e com a glicose baixa. Em geral, levanta correndo e escova os dentes. O cheiro da pasta dental pode piorar tudo.
Conselho médico: a recomendação é ficar um pouco deitada e, antes de se levantar, comer uma bolacha salgada ou tomar o remédio contra náuseas indicado pelo médico, acompanhado de uma bebida gelada, como suco de limão.

Mantenha uma alimentação equilibrada

Limonada e suco de limão fresco aliviam o mal-estar da mesma forma que os gelados, como picolés, milkshakes e as frutas adocicadas.
Conselho médico: já alimentos muito doces, quentes, gordurosos ou condimentados devem ficar fora do cardápio.

Texto: Redação Alto Astral | Consultoria: Aléssio Calil Mathias, ginecologista, obstetra e diretor da Clínica Gênesis, de São Paulo

LEIA TAMBÉM