ESTILO DE VIDA

Emagrecimento rápido: mitos e verdades sobre ele!

Tire algumas dúvidas sobre o emagrecimento rápido por meio de mitos e verdades. Descubra se tudo que dizem sobre o assunto, realmente é válido.

None
Foto IStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 12/09/2016 às 19:30
Atualizado às 20:57

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Quando o peso está acima do normal, todo mundo quer emagrecer o mais rápido possível. E aí está o perigo, pois as pessoas acabam se sujeitando a algumas loucuras. Portanto, conhecer o próprio corpo, saber quais são os alimentos saudáveis e ideais e, ter o acompanhamento de um especialista são passos fundamentais para emagrecer com saúde. Para entender melhor esse processo, confira alguns mitos e verdades sobre o assunto!

Homem, fazendo abdominal, ginástica, fitness

Foto IStock.com/Getty Images

Exercícios abdominais queimam a gordura da barriga mais rápido.

MITO. A perda de gordura corporal é geral. Algumas pesquisas atuais têm mostrado uma maior utilização de gordura na região exercitada intensamente em relação ao corpo todo. Entretanto, são estudos novos e ainda não se pode afirmar isso. Por enquanto, é necessário colocar o músculo abdominal para treinar de verdade, como outro músculo corporal qualquer, com peso, respeitando séries, repetições e sobrecarga. Isso sim aumenta bastante a força desse grande músculo e melhora o perfil da pessoa.

Comer à noite engorda mais.

MITO. “O que importa é a quantidade de calorias que a pessoa ingere e queima”, afirma o endocrinologista Antônio Minuzzi. Existem indivíduos que são considerados “metabolicamente magros” e podem comer muito sem transformar o que ingerem em gordura. Os que não têm essa propensão devem sempre manter uma dieta regrada. De qualquer forma, para facilitar a digestão na hora do jantar e da ceia, opte por alimentos leves, como frutas, saladas, shakes e até mesmo um chá.

alimentos variados

Foto Shutterstock.com

Dá para emagrecer sem restringir os alimentos favoritos.

VERDADE. Entretanto, deve haver extrema moderação. Para quem precisa perder uma grande quantidade de peso, deve-se diminuir principalmente o açúcar, derivados da farinha branca, arroz branco e bebidas alcoólicas.

Homens emagrecem mais fácil em relação às mulheres.

MITO. O gasto calórico é igual para todos. No geral, o homem tem menos gordura que a mulher e mais massa muscular. “Se colocássemos homens e mulheres, com o mesmo perfil corporal, o gasto seria o mesmo. Mas as diferenças em força e em gordura podem fazer com que o homem tenha uma facilidade para perder peso”, esclarece o educador físico Mário Pozzi.

Obesos só emagrecem tomando remédios.

MITO. Alguns dos principais fatores para perder peso são os tratamentos comportamentais. “É preciso entender que o obeso deve mudar suas escolhas alimentares e fazer exercícios físicos diariamente”, informa o endocrinologista.

mulher fazendo suco

Foto Shutterstock.com

Comer muito em um dia e jejuar no outro engorda.

VERDADE. Sem contar que quem toma essa atitude pode ter problemas de saúde e imunidade. A dieta equilibrada é fundamental, sempre! É preciso alimentar-se regularmente e com porções balanceadas de carboidratos – de preferência, os complexos, presentes nos alimentos integrais, frutas, legumes, verduras e carnes magras.

Suar é sinônimo de perder peso?

MITO. O suor não tem nenhuma ligação com a queima de gordura, pois só se perde água e sais minerais. “É um grande erro pensar que diminuindo a quantidade de água corporal a pessoa possa estar emagrecendo”, diz Mário Pozzi. Quando se fala que uma pessoa perdeu, por exemplo, 3kg durante uma competição, na verdade, o que eliminou foi meramente água e saisminerais, sendo resultado até de uma falta de suplementos durante a prova. A simples ingestão de água depois já faz o peso voltar ao normal.

Saiba mais:

Laranja: saiba usar a fruta a favor da perda de peso

Como emagrecer comendo de tudo

Trocas saudáveis e baratas para você não gastar com a dieta

Consultoria Antônio Minuzzi, endocrinologista; Mário Pozzi, educador físico