4 dicas para aproveitar as liquidações com responsabilidade

Estar barato não é motivo para adquirir peças que você não precisa e contrair dívidas! Confira outras dicas para aproveitar as liquidações sem errar!

None
FOTO: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 26/10/2016 às 12:00
Atualizado às 13:25

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Se você foi ao shopping nas últimas semanas, percebeu que grande parte das lojas está em liquidação. Muitas peças estão lá, implorando para serem levadas para que o estoque seja renovado.

E quem não gosta de comprar roupas, não é mesmo? Porém, para não se endividar ou comprar peças desnecessárias, conversamos com a consultora de moda Juliana Rizo, que deu dicas superlegais para aproveitar as liquidações com responsabilidade.

Confira 4 dicas para aproveitar as liquidações com responsabilidade

4 dicas para aproveitar as liquidações com responsabilidade

FOTO: Shutterstock

1) O que vai continuar tendência

Não é porque a estação virou que as peças continuam na moda. Segundo a consultora, vários destaques vão continuar bombando. “A combinação branco e preto, por exemplo, continuará com tudo! O branco, no entanto, terá destaque e estará presente em diversas peças, formando principalmente looks monocromáticos“, explica. As estampas geométricas, florais e animal print também continuarão no visual da mulher brasileira, além dos tons metalizados, as transparências, o couro e os tops e calças cropped.

2) Estar barato não é motivo para comprar uma peça

Toda mulher adora uma promoção! É impossível resistir àquela etiqueta vermelha sinalizando desconto, não é mesmo? Não! Estar barato não é motivo para comprar uma peça!A melhor maneira de aproveitar as liquidações de forma responsável é investindo em peças de qualidade, que sejam fáceis de combinar e que você possa usar várias vezes“, ensina Juliana. “Fuja de estampas datadas e peças ícones da estação, pois muitas vezes são tendências passageiras e não valem o investimento“, acrescenta.

Na hora de decidir se vale a pena ou não comprar uma determinada roupa, vale pensar no que você já tem no guarda-roupas e analisar com o que será possível combinar esse novo item. Se você não encontrar pelo menos 3 combinações, a chance dela ficar jogada no fundo do armário é bastante grande.

Além disso, cuidado com as promoções estilo “pague duas e leve três”, que muitas vezes fazem você gastar com produtos que você não precisa e, portanto, não vai usar. Se ficou na dúvida se uma peça caiu bem no seu corpo ou não, não leve. Vá a outras lojas, experimente outras coisas e, só quando tiver certeza, volte para buscá-la.

Compras compulsivas: conheça o transtorno

FOTO: Shutterstock

3) Não adquira dívidas

Para não se endividar, a principal dica é fazer uma lista com os itens que estão faltando no seu guarda-roupas antes de entrar nas lojas. Dessa maneira, será mais fácil você manter o foco naquilo que você realmente precisa comprar. Mesmo em época de liquidações, vale a pena pesquisar preços.

4) Preste atenção nos detalhes

Muitas lojas aproveitam as liquidações para disponibilizar peças com pequenos defeitos. Alguns, inclusive, você só vai perceber em casa, depois que já tiver adquirido a peça. Portanto, preste muita atenção no acabamento e na qualidade dos materiais.“Cheque se as costuras estão bem feitas e alinhadas, verifique se o zíper está funcionando bem e verifique o caimento, principalmente na região das costas, ombros e quadril“, adverte a consultora.

LEIA TAMBÉM

Texto: Larissa Faria | Consultoria: Juliana Rizo – Diretora Executiva do Posh My Style (www.poshmystyle.com.br).

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.