ESTILO DE VIDA

Emoções: saiba lidar com cada uma delas

Ter um controle emocional desenvolvido é essencial para seu bem-estar. Veja como controlar algumas emoções que podem trazer prejuízos à sua vida

None
FOTO: Shutterstock Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 14/10/2016 às 19:29
Atualizado às 11:20

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Ficar nervoso com situações adversas no trabalho, em tarefas diárias ou no convívio social, normalmente, só piora as coisas. Por isso é necessário saber se controlar e “ler” o momento de maneiras diferentes para, assim, buscar uma interpretação que deixe as emoções menos intensas. Fazendo isso, você poderá tirar proveito de um caso que inicialmente, com as emoções à flor da pele, parecia perdido. Veja como lidar com alguns dos sentimentos mais incômodos:

1. Raiva: essa emoção indica um desconforto muito grande que necessita que alguma medida seja tomada. “Pense qual é a ação que você precisa fazer em vez de explodir”, aconselha a psicológica Maura de Albanesi.

mulher-olho-verde-triste-emoções

FOTO: Shutterstock Images

2. Medo: é uma reação de alerta natural do corpo humano, como se fosse um alarme. “O medo não possui a função de estagnar, e sim de alertar. Pense no que você não prestou atenção”, completa a especialista.

3. Culpa: inocente ou não, o sentimento de culpa pode ser devastador se não for enfrentado. Não se envergonhe de admitir um erro e pedir perdão: isso só vai mostrar um bom caráter da sua parte, e sem dúvidas, proporcionará mais tranquilidade. “Pense em como assumir a responsabilidade, em vez de se sentir prisioneiro dela – assumir traz a realidade”, sugere a psicóloga.

4. Tristeza:sempre que se sentir triste, está na hora de desapegar – pense sempre no que precisa deixar para trás”, finaliza Maura.

Além dessas dicas, desenvolver uma relação de empatia com alguém também é vantajoso para lidar com essas emoções negativas. Afinal, você poderá desabafar sobre o que está incomodando com alguém que buscará compreender a situação.

LEIA TAMBÉM

Texto e entrevistas: Giovane Rocha/Colaborador – Consultorias: Maura de Albanesi, psicoterapeuta e mestre em psicologia e religião pela PUC-SP, em São Paulo (SP)