Carregador de bebês: descubra o sling

O bebê sente os batimentos cardíacos da mãe enquanto ela tem as mãos livres para realizar outras tarefas. Além disso, aumenta o vínculo entre mãe e filho.

None
Fotos: Reprodução/ Pinterest

por Redação Alto Astral
Publicado em 04/01/2017 às 12:32
Atualizado às 13:32

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Toda mamãe quer deixar seu bebê confortável na hora de transportá-lo, seja no colo ou carrinho. Confira a seguir uma dica que pode ajudá-la nessa prática:

O que é sling?

É um carregador de bebê, não estruturado, que permite formar uma espécie de saco ou rede, onde se carrega o bebê próximo ao corpo em várias posições. Trata-se de uma versão moderna dos antigos carregadores de bebês utilizados há tempos por diversas culturas (indígenas, africanas, asiáticas e indo-americanas).

Mamãe carregando bebê em um sling

Foto: Reprodução/ Pinterest

Benefícios

Fortalece o vínculo mãe-filho: auxilia no desenvolvimento do bebê, ótimo exercício para a mamãe, econômico e divertido. Além disso, carregar um bebê no sling, o deixa numa posição muito parecida à que ele ficava dentro da barriga. Ele também sente os batimentos cardíacos da mamãe enquanto ela tem as mãos livres para realizar outras tarefas e acudir ao bebê. Conheça outras vantagens do acessório:

Mamãe carregando bebê em um sling

Foto: Reprodução/ Pinterest

1 – Com o balanço do caminhar, o calor do corpo de quem o carrega, o aconchego e a proximidade das batidas do coração seja da mãe ou do pai, o bebê se sente de volta ao útero e se acalma.

2 –Seus braços ficam livres e você pode realizar outras atividades enquanto carrega o bebê.

3 – O sling pode ser usado desde que o bebê é recém-nascido até quando os pais quiserem, conseguirem e sentirem vontade. O tecido é completamente adaptável ao tamanho crescente e às necessidades do bebê que mudam tão rápido.

4 –O peso do bebê é distribuído corretamente pelo seu corpo, o que evita que sua coluna fique torta e a sensação de cansaço e dor nos braços.

5 – Não é preciso empurrar o carrinho em ruas esburacadas, cheias de guias não adaptadas. Você pode fazer passeios ao ar livre com mais liberdade, em trilhas na praia ou campo, com contato mais próximo da natureza e do seu bebê.

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.