Conheça os benefícios da caminhada na terceira idade

Estimular a vivência social e prevenir doenças da mente e do corpo são alguns dos principais benefícios da prática da caminhada na terceira idade

None
A prática da caminhada na terceira idade contribui positivamente em muitos aspectos da vida do idoso. FOTO: Reprodução

por Redação Alto Astral
Publicado em 21/08/2017 às 19:00
Atualizado às 14:01

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Os idosos, assim como qualquer outra pessoa, também necessitam praticar atividades físicas regularmente, tanto para prevenir algumas doenças e fortalecer o corpo quanto para estimular a socialização e a convivência com outras pessoas, o que pode trazer benefícios ao bem-estar da pessoa idosa ao proporcioná-la companhia. A caminhada na terceira idade é um tipo de atividade extremamente recomendada, e que exerce ajuda importante em todos esses aspectos.

Sem impactos, sem problemas

Em primeiro lugar, a caminhada na terceira idade é importante para manter o idoso se exercitando. Praticar atividades constantes pode prevenir contra doenças e outras complicações decorrentes do sedentarismo. A caminhada em si, porém, traz benefícios ainda mais específicos. Quando o idoso caminha, ele consegue desenvolver a força corporal e evita a atrofia dos músculos, garantindo a si mesmo mais independência e autonomia. Além disso, esta atividade é uma prática que não possui impacto, o que garante o fortalecimento e preservação da saúde dos ossos, que nessa fase da vida podem apresentar maior risco de lesões.

Vivência garantida

Praticar a caminhada acompanhado ou em um local que seja bastante frequentado garante ao idoso estar sempre conversando sobre variados assuntos com diferentes pessoas. A companhia e a vivência constante com outros indivíduos ajuda a pessoa na terceira idade a estar sempre se relacionando, o que estimula funções do cérebro como as emoções e também o raciocínio e a memória. Além disso, aumenta a qualidade de vida ao fazê-lo se sentir amado, afastando males como a depressão, muito comuns nessa época da vida, principalmente quando o idoso mora sozinho.

Texto: João Paulo Fernandes/Colaborador

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.