ESTILO DE VIDA

Bactérias do intestino são capazes de proteger o cérebro

Segundo uma pesquisa recente, as bactérias intestinais podem ter influência no cérebro, melhorando o seu funcionamento. Acompanhe a pesquisa!

None
FOTO: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 05/09/2016 às 18:42
Atualizado às 20:58

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Pode parecer incomum, mas segundo uma pesquisa, as bactérias intestinais podem ter influência no cérebro, melhorando o seu funcionamento. Isso foi descoberto por cientistas da Universidade Cornell, nos Estados Unidos. Segundo os resultados, as bactérias podem proteger o cérebro dos danos causados pelo Acidente Vascular Cerebral (AVC) – ou derrame.

bacterias-do-intestino-beneficiam-cerebro-pesquisa

FOTO: Shutterstock

Saiba mais!

Entenda a importância dos exercícios físicos para a saúde do cérebro

Saiba o que é o AVC e conheça suas principais causas

6 terapias alternativas que atuam no tratamento do derrame

Resultados da pesquisa

Para descobrir tal fato, os cientistas induziram um derrame isquêmico (ocorre quando um vaso sanguíneo obstruído impede que o sangue não chegue ao cérebro) em dois grupos de ratinhos. O primeiro grupo, que foi tratado com antibióticos, teve danos 60% menores do que o segundo grupo, que não recebeu a medicação.

Esse resultado, segundo os cientistas, foi devido ao ambiente microbiano do intestino. As células do sistema imunológico, ao seguirem para a meninge (o revestimento externo do cérebro), organizaram-se para diminuir o impacto do AVC. Desse modo, o derrame não atingiu os animais com força total.