ESTILO DE VIDA

Arteterapia é uma forma criativa para melhorar o emocional. Saiba mais!

A arteterapia tem destaque dentre as várias técnicas para fazer o detox emocional! A arte tem sido utilizada como forma de terapia desde o século 19!

None
Foto: iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 15/12/2016 às 12:52
Atualizado às 16:02

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A arte tem sido utilizada pelo ser humano há muitos séculos, tanto para entretenimento quanto para comunicação. Contudo, foi apenas a partir do século 19 que ela passou a ser usada como forma de terapia. Além de ajudar a relaxar, a arteterapia pode ser uma ótima forma de passar o tempo. Que tal saber mais sobre ela?

arterapia

Foto: iStock.com/Getty Images

O começo de tudo

O psiquiatra e psicoterapeuta Carl Jung foi o primeiro a utilizar a expressão artística em consultório, já que, para ele, a simbolização do inconsciente individual e do coletivo poderia ser expresso através da arte. Na década de 20, ele recorreu à linguagem expressiva como forma de tratamento e, para tanto, pedia aos pacientes que fizessem desenhos livres, imagens de sentimentos, de sonhos ou de situações conflituosas. Dessa forma, seria possível analisar os conteúdos psíquicos das pessoas para ajudá-las a resolver seus problemas.

De uma forma mais simples, pode-se definir a arteterapia como uma técnica que consiste na criação de material sem preocupação estética, apenas para expressar sentimentos. Assim, a pessoa consegue chegar a causa de seus problemas e, consequentemente, torna-se capaz de se reorganizar internamente.

arterapia-pintar

Foto: Shutterstock

Duas linhas

A arteterapia pode ser dividida em duas formas distintas. A primeira é a interpretativa, na qual todo o material produzido é interpretado por um especialista. Por outro lado, também existe a não-interpretativa, ou seja, o terapeuta não avalia o que foi feito pelo paciente, embora entenda o conteúdo da criação. Dessa forma, a arte por si só torna-se regenerativa, pois é capaz de liberar diversos medos e “fantasmas” que a pessoa carrega consigo.

Instrumentos da arteterapia

Os materiais utilizados nessa técnica podem ser divididos em:

  • Primários – água, argila, areia e corpo
  • Os demais – desenho, pintura, colagem, sucata, escultura (massa, papel machê ou durepox, por exemplo), costura, tricô, culinária, teatro, dança, literatura, entre outras

Texto: Larissa Tomazini

Consultoria: Joaquim Francisco Pereira da Fonseca, psicológo

LEIA MAIS