ESTILO DE VIDA

Depressão: confira alguns aliados da saúde contra esse mal!

Além dos métodos convencionais, existem outras técnicas mais práticas e confortáveis, que servem para prevenir ou ajudar a trata a depressão.

None
Foto Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 15/09/2016 às 20:54
Atualizado às 20:57

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Quando uma pessoa recebe o diagnóstico de depressão, logo passa por sua mente e de seus familiares as consultas com psicólogos, médicos e outros profissionais ligados ao tratamento da saúde mental. Não que isso esteja incorreto, muito pelo contrário: o acompanhamento com esses especialistas é fundamental para ajudar a superar o distúrbio. Contudo, outras técnicas possuem potencial para aliviar os sintomas e mudar a postura, o pensamento e o comportamento dos pacientes.

Esporte, homem, correndo, ao ar livre, gramado, atividade física

Foto iStock.com/Getty Images

Meditação + esportes

Uma pesquisa da Universidade de Rutgers, nos Estados Unidos, analisou 52 pessoas e concluiu que meditar antes de praticar atividades físicas reduziu a intensidade dos sintomas de quem tinha depressão em 40%. As principais alterações identificadas foram no córtex pré-frontal (responsável pelo foco e pela aten- ção) e no hipocampo (ligado à memória e à aprendizagem). Antes dos testes, ambas as regiões apresentavam alterações na comunicação entre as células, e até um tamanho reduzido. Após as avaliações, notou-se que as áreas estavam próximas do que é considerado ideal e saudável.

No prato

A alimentação também pode ser uma aliada na hora de prevenir alguns sintomas relacionados à depressão. “Certos alimentos são benéficos por suas propriedades calmantes e estabilizadoras do estado de ânimo ou humor”, explica a nutricionista Fernanda Marques. “O triptofano, por exemplo, é um aminoácido precursor da serotonina — neurotransmissor que dá a sensação de bem-estar — e está presente em alimentos como banana e grão-de-bico. Por isso, vale incluí-los no dia a dia”, aponta.

Mulher, oriental, musica, treinando, por do sol

Foto Shutterstock.com

Força que vem do som

Ao descrever seu ramo de atuação, a musicoterapeuta Maria Isabel da Penha Sinegaglia relata que “a música — composta de três elementos (melodia, harmonia e ritmo) — tem o poder de transpor barreiras emocionais e organizar o interior do indivíduo. É indicada para prevenção e tratamento das doenças físicas, emocionais, psíquicas e comportamentais”. Dessa forma, a musicoterapia pode agir de forma efetiva na luta contra a depressão.

Saiba mais:

Ouvir música: por que isso nos traz tanta satisfação?

A música pode deixar seu cérebro mais ágil. Entenda!

Alimentação: confira alguns alimentos que controlam as emoções!

Consultoria Fernanda Marques, nutricionista; Maria Isabel da Penha Sinegaglia, musicoterapeuta