10 cantores que deram um tempo na carreira por problemas na voz

Problemas com a voz são muito observados em cantores, já que a utilizam frequentemente. Relembre artistas que tiveram que se afastar dos palcos

None
Foto: Divulgação

por Vítor Ferreira
Publicado em 05/10/2016 às 12:17
Atualizado às 12:17

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Para um cantor o seu instrumento mais valioso é a voz, então, imagine como é horrível perceber que está perdendo a intensidade desta, ou ainda, que apresenta algum problema na garganta ou nas cordas vocais, como hemorragia, nódulos, fendas e cistos. Complicações como estas podem colocar fim a diversas carreiras, atingindo desde jovens iniciantes, porém, promissores, como de celebridades já consagradas e estáveis no mundo da música.

Artistas nacionais e internacionais reconhecidos do meio já sofreram com os malefícios do uso frequente e indevido da voz, e alguns descuidos como cigarro e álcool. Em casos extremos, a pessoa pode ficar com danos permanentes, não conseguindo mais alcançar determinadas notas ou perdendo o fôlego facilmente.

Relembre alguns artistas que já apresentaram distúrbios com a voz e se afastaram por um tempo dos palcos.

1. Anitta

anitta

Foto: Divulgação

O exemplo mais recente foi o problema que tirou a cantora Anitta dos holofotes por algum tempo. Em setembro de 2016, a artista foi diagnosticada com um edema em um cisto nas cordas vocais. Ela já tinha conhecimento do transtorno e estava se cuidando para não piorar. Mas, devido a uma forte gripe, a situação acabou se agravando e teve que cancelar três shows. Por recomendações médicas, Anitta ficou de repouso absoluto por uma semana, correndo o risco de ter que se submeter a uma cirurgia.

2. Zezé di Camargo

Zezé

Foto: Divulgação

Um dos casos mais conhecidos e divulgados na época pela mídia foi o do cantor sertanejo Zezé di Camargo. Em 2007 o artista não conseguiu mais fugir e teve que deitar na maca para retirar um cisto na borda da corda vocal através de uma microcirurgia. O entrave também já tinha sido descoberto há cerca de dez anos, mas com medo de perder o seu dom devido alguma atribulação durante o processo, acabou por adiá-lo. Depois do procedimento, em 2008, ele voltou aos palcos normalmente.

3. Zé Henrique

ze-henrique-e-gabriel

Foto: Divulgação

Zé Henrique, que faz dupla com Gabriel, passou por sérios problemas em 2008 envolvendo um pólipo nas pregas vocais, o mesmo que Adele. Na época, o cantor ficou praticamente sem voz, o que é praticamente um sentença de fim da carreira, sendo obrigado a se submeter a duas cirurgias aqui no Brasil. O auge da lesão atingiu no mesmo momento em que gravava seu DVD. Até hoje o artista não consegue assistir ao show sem se emocionar.

4. Marina Lima

marina-lima

Foto: Divulgação

Marina Lima enfrentou na década de 90 uma grave depressão, que acarretou diversos traumas, e se afastou dos palcos por algum tempo. Superada, voltou a se apresentar, mas não mais com a mesma tonalidade de voz. No começo ela achou que fosse uma sequela do antigo problema, porém, através de exames descobriu que por conta de uma gripe, sua garganta possuía uma raspagem de pus.

5. Gilberto Gil

gilberto-gil

Foto: Divulgação

Gilberto Gil não sofreu necessariamente com nenhum transtorno grave nas cordas vocais. Mas foi durante um show em Brasília que o cantor depois de apresentar apenas quatro músicas encerrou o espetáculo devido a uma forte rouquidão. Ele se desculpou com o público, prometeu tentar cantar mais uma vez e, caso não conseguisse, iria deixar o palco e marcar uma nova apresentação. Como sua voz não melhorou resolveu ir descansar.

6. Mallu Magalhães

mallu magalhaes

Foto: Divulgação

Mallu Magalhães, em entrevista para a Revista Quem, em 2011, revelou que já teve e ainda tem problemas nas cordas vocais. Um nódulo, um calo e uma fenda. Os dois últimos ela têm por uso constante da voz. Já o primeiro é o mais preocupante, uma vez que é de grande proporção. Isso a incomoda bastante, mas como descobriu no começo, ela passou a se tratar com dedicação e carinho.

7. Edu Falaschi

edu falaschi

Foto: Divulgação

Após mais de dez anos comandando a banda Angra com seus vocais potentes, o cantor Edu Falaschi anunciou, em 2012, a sua saída do grupo. Seus problemas com a voz estavam ficando cada vez mais evidente, principalmente após uma apresentação no Rock in Rio, na qual não conseguiu segurar muitas notas e desafinou algumas vezes. Após passar por tratamento Falaschi agora quer manter-se saudável limitando-se a cantar aquilo que está ao seu alcance.

8. Adele

adele

Foto: Divulgação

A artista internacional ganhou destaque após ser diagnosticada com dificuldade na voz. Ela ficou um bom tempo longe dos palcos, e suas atribulações estão diretamente ligadas ao consumo de cigarros e bebidas alcoólicas. Em 2011 a cantora precisou fazer uma cirurgia a laser para reparar hemorragia e um pólipo. Por várias semanas, ela foi obrigada a ficar em silêncio absoluto, mas agora Adele já está de volta com todo o seu talento.

9. Sam Smith

sam-smith

Foto: Divulgação

O cantor que na época estava no auge da sua carreira foi obrigado a se afastar e cancelar diversos shows, graças a uma hemorragia nas cordas vocais. Em 2015, Sam não pôde se apresentar no Rock in Rio Las Vegas nem receber pessoalmente os três prêmios que levou no Billboard MusicAwards. Após se submeter a uma cirurgia, e ficar um mês de repouso, conseguiu ter sua voz de volta.

10. Steven Tyler

steven-tyler

Foto: Divulgação

Foi durante uma turnê com a sua banda, Aerosmith, em março de 2006, que o vocalista Steve Tyler teve que tirar um tempo para descansar e recuperar sua voz, parando com as apresentações. O cantor realizou uma cirurgia para corrigir um vaso sanguíneo que havia se rompido. Uma curiosidade é que o artista é um dos patrocinadores de uma pesquisa do MIT, a qual está desenvolvendo um gel que reproduz as vibrações das cordas vocais. Adele e Zé Henrique também apoiam a causa.

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.