CASA & DECOR

10 dicas para misturar estampas diferentes sem deixar o ambiente pesado

Tem dúvidas sobre como misturar estampas sem carregar na decoração? Confira essas dicas super práticas e deixe seu ambiente ainda mais bonito!

None
Foto: Adilson Felix

por Redação Alto Astral
Publicado em 31/01/2017 às 14:29
Atualizado às 16:43

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Muitas vezes as estampas podem ser intimidadoras quando se trata de decoração. E misturá-las, então? Quase um bicho de sete cabeças! Mas, na verdade, é mais simples do que parece. Confira dicas super práticas para misturar estampas de forma a não carregar o ambiente e deixá-lo ainda mais bonito.

Dicas para combinar estampas

1.Repetir as formas que aparecem nas estampas em outros elementos do ambiente ajuda a ganhar harmonia. Neste projeto da arquiteta Samantha Nadalin, de São Paulo (SP), o tapete circular acompanhou a estampa de bolinhas de uma das almofadas. O mesmo aconteceu com as listras, que também aparecem na parede.

Quarto com várias estampas

Foto: Anna Gabriela Teixeira

2. A escolha de um tema também ajuda na combinação. No projeto do arquiteto Fabrício Forg, de Santos (SP), o enfoque africano permitiu o uso de estampas inspiradas na fauna. Com isso, foi possível utilizar duas animal prints diferentes, pontuadas no pufe (oncinha) e no porta-retrato (zebra).

Sala com várias estampas

Foto: Adilson Felix

3. Outro truque certeiro é manter uma mesma gama de cores nas diferentes estampas. Neste dormitório projetado pela arquiteta Viviane Loyola, de Curitiba (PR), as tonalidades do papel de parede serviram de base para a almofada listrada. “Um composé ou degradê de cores é sempre bem-vindo”, confirma.

Quarto com várias estampas

Foto: Marcelo Stammer

4. Escolha apenas uma estampa como principal. “Um erro clássico é não eleger uma delas como predominante, fazendo com que duas estampas normalmente chamativas entrem em conflito”, ensina Maycon Flamarion, arquiteto de Campinas (SP).

5. Antes de comprar almofadas, tapete e papel de parede, tente colocá-los lado a lado para avaliar a combinação das estampas. Vale até mesmo fotografar as peças, caso elas sejam de lojas diferentes. “Dessa forma, é possível perceber a diferença nos padrões e se as cores se harmonizam”, indica Maycon.

6. Para trabalhar melhor com estampas coloridas, utilize tons neutros nas superfícies maiores, como sofá, estante e piso. “Isso permite criar novos temas trocando apenas pequenos pontos da decoração”, entrega Fabrício Frog.

7. Busque estampas que sejam diferentes tanto nos padrões quanto nos tamanhos. Por exemplo: combine um floral grande com xadrez delicado e pequeno.

8. Para quem deseja um visual romântico ou retrô, procure misturar estampas florais com formas geométricas. Um bom exemplo é este projeto assinado pela ARK2 Arquitetura e Interiores, de São Paulo (SP).

Sala com várias estampas

Foto: Marina Corrochano Palacio/Divulgação

9. “Indico ainda misturar floral liberty – aquele floral miudinho – com poá (as famosas bolinhas dos anos 50)”, ensina Maycon Flamarion.

10. As cores dos objetos também podem repetir as tonalidades das estampas. No projeto dos arquitetos Ana Perlla e José Jr, de Belém (PA), as quatro cores do tapete listrado foram mescladas nos estofados e nas mesas de centro.

Sala com várias estampas

Foto: Marina Corrochano Palacio/Divulgação

Texto: Redação Alto Astral

LEIA TAMBÉM