Confira técnicas práticas para colorir o cabelo sem danificá-lo!

Antes de colorir o cabelo e apostar de vez na mudança, conheça algumas técnicas que podem se adaptar melhor as suas madeixas

None
Foto: iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 28/06/2017 às 13:10
Atualizado às 16:10

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Quer colorir o cabelo, mas não sabe qual técnica usar? A cabeleireira e consultora da Condor, Marília Kikichu e o hairstylist Brunno Castro, do Rio de Janeiro, dão dicas para você arriscar sem medo. Mas atenção: o ideal é procurar um profissional para orientar você antes da mudança! “Se for feito sem orientação, o efeito pode ser diferente do desejado. Por exemplo, se o cabelo tiver química, os fios podem ficar fracos. Já se ele for natural, provavelmente a cor não irá pegar, porque é preciso que ele esteja descolorido para que a nova coloração fixe”, explica Brunno. Confira três caminhos possíveis e adote o que mais combina com suas expectativas!

Técnicas para colorir o cabelo:

Tinta fantasia

Para alcançar o efeito desejado com a tintura, é importante que o cabelo já esteja descolorido. Para isso, procure um especialista! Depois, aplique a tinta na cor desejada: pink, azul, laranja ou lilás. Deixe a tintura agir por 30 minutos e enxágue, sem a aplicação de shampoo. Lembre-se de que nem sempre o resultado final será o desejado, já que depende da cor escolhida, da coloração natural do cabelo e, claro, do procedimento pelo qual você optou.

Chalking the hair

Esta técnica para colorir o cabelo é ideal para quem deseja mudar a cor, mas não quer fazer nada definitivo. É que o procedimento, realizado com giz pastel, dura somente até a primeira lavagem ou, no máximo, por dois dias. O processo é muito simples e rápido: com os fios úmidos, separe uma mecha fina e torça. Depois, pegue o giz pastel e passe pelas mechas até tingir. Assim que terminar o processo, é aconselhável secar o cabelo para fixar melhor e não manchar a roupa. Nesse procedimento, as meninas com fios claros levam vantagem, já que a cor fica mais forte em cabelos loiros! Dica: prefira giz nas cores azul, pink e roxo, que ficam mais vibrantes no cabelo.

Suco em pó

Assim como o giz pastel, o suco em pó tem a duração de apenas dois dias no cabelo e é indicado para quem não quer radicalizar tanto! O procedimento é simples e feito somente com suco em pó, água e condicionador. O primeiro passo é diluir o pó em água, sem deixá-lo pastoso ou muito líquido. Quanto mais forte a cor, melhor. Não se esqueça de colocar algumas gotas de condicionador, transformando a mistura em uma pasta uniforme. O segundo procedimento é aplicar mecha por mecha, envolvendo os fios com papel filme em várias camadas. Deixe o papel durante, pelo menos, 8h, enxágue os fios, aplique condicionador e enxágue novamente. Não é recomendado usar shampoo, pois assim a cor ficará mais forte. Nos Estados Unidos, o processo se popularizou com o suco da marca Kool-Aid, que recebe o nome de Ki-Suco, aqui no Brasil.

Consultoria: Brunno Castro, hairstylist do Rio de Janeiro; Marília Kikuchi, hairstylist e consultora da Condor

LEIA TAMBÉM