MODA & BELEZA

Acne no verão: saiba como cuidar da pele e controlar o problema no calor

O clima quente e alguns hábitos podem piorar o surgimento da acne no verão. A boa notícia é que não precisa se acostumar, pois tem solução!

None
Foto: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 11/12/2020 às 20:00
Atualizado às 20:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Para algumas mulheres, o combate à acne é uma luta diária, que inclui sabonetes antioleosidade, skincare específico e limpezas de pele… Sem contar que qualquer derrapada na dieta pode intensificar as temidas erupções. Com a proximidade do verão, outros fatores como calor e piscina também pioram o surgimento das espinhas, principalmente na cútis mais oleosa.

Pensando nisso, as dermatologistas Gina Matzenbacher e Fernanda Bortolozo listaram algumas recomendações para te ajudar a manter a pele livre de acne e com a oleosidade controlada nos dias quentes. Confira!

6 dicas para prevenir e reduzir a acne no verão

Acne no verão: saiba como cuidar da pele e controlar o problema no calor
Foto: Shutterstock

O sol piora a acne?

As dermatologistas explicam que, ao contrário do que muita gente pensa, a luz solar em si não é responsável pela piora da acne no verão. Na verdade, as altas temperaturas que causam o problema, deixando a pele mais oleosa e podendo piorar as inflamações e lesões.

“Além disso, é normal ter mais espinhas no verão, porque nessa estação a gente tende a usar mais filtro solar, costuma ir mais à praia e todos esses fatores aumentam a oleosidade da cútis, podendo trazer mais acne”, complementam as especialistas.

Cloro da piscina e sal do mar

Não é apenas mito, o cloro da piscina pode deixar a pele mais sensível e produzir processos inflamatórios que pioram a acne no verão. Por isso, o melhor é tomar um banho com água do chuveiro logo depois e aplicar um hidratante oil-free no corpo e no rosto.

As profissionais afirmam que a água salgada não é tão agressiva assim para a pele. Porém, também vale a pena tomar uma boa ducha e apostar em um sabonete e hidratante após o banho de mar.

Limpeza na medida certa

A recomendação é lavar o rosto de duas a três vezes por dia para as peles oleosas; e apenas duas para as normais, secas ou mistas: “Se a pessoa tiver a necessidade de higienizar mais, pode utilizar apenas água. Lavar em excesso também pode causar mais acne”.

Para garantir a limpeza correta, impedir o surgimento de cravos e espinhas e evitar o ressecamento da pele no verão, o ideal é investir em um sabonete mais leve pela manhã e outro mais forte, destinado ao controle da oleosidade, para utilizar à noite.

Remoção do protetor solar

O protetor é um item diário indispensável, não apenas no verão, mas em todas as estações do ano. Para evitar que o produto fique acumulado na pele, as médicas indicam o uso de demaquilantes ou sabonetes específicos de limpeza para cada tipo de pele, inclusive para remover os protetores sem cor/tradicionais.

Alimentação

É comum ouvirmos falar que a beleza vem de dentro para fora e, no caso das espinhas, não seria diferente: “Alimentos calóricos e gordurosos interferem na produção de sebo pela pele. Os que têm alto índice glicêmico pioram a acne e, principalmente no verão, vão contribuir para o aumento das erupções”.

Tratamento

As especialistas destacam que, de maneira geral, os tratamentos para acne iniciados ao longo do ano não precisam ser interrompidos durante o verão. Apesar disso, é fundamental consultar um dermatologista para saber quais são os produtos mais indicados no seu caso.

Dependendo da orientação médica, pode haver a necessidade de diminuir a concentração dos ácidos e apostar em um hidratante melhor para a pele oleosa, evitando o ressecamento extremo da cútis. E, mais uma vez: lembre-se sempre do protetor solar!

Colaboração: Gina Matzenbacher e Fernanda Bortolozo, dermatologistas da clínica Leger | Edição: Milena Garcia e Renata Rocha

Leia também: