Alimentação: 5 erros comuns que fazem mal para a saúde!

Conheça os erros mais frequentes que sabotam sua dieta, fazem com que a perda de peso seja impossível, e trazem malefícios para sua alimentação!

Foto: iStock.com/Getty Images

Muita gente faz aquela dieta caprichada, mas perde pouco ou nenhum peso. “Só fechar a boca não significa que você vai realmente emagrecer. Hábitos errados e escolhas insensatas podem fazer com que o seu esforço seja em vão”, explica a médica ortomolecular e nutróloga Tamara Mazaracki. Entenda os erros mais comuns quando o assunto é alimentação!

fibras-erros

Foto: Shutterstock

1. Não comer fibras

Feijão com arroz, legumes, saladas, frutas, pão integral e aveia e linhaça na vitamina ajudam a controlar o apetite, melhoram a função intestinal, reduzem a absorção de carboidratos e gorduras. “Isso se deve ao seu alto conteúdo de fibras solúveis e insolúveis, essenciais em qualquer dieta de sucesso”, enfatiza a médica.

2. Apenas light e diet

“Se esses produtos realmente ajudassem a emagrecer, nossos problemas estariam todos resolvidos. Além de calorias, eles contêm substâncias químicas que desaceleram o metabolismo. E, quando é light, você tem uma tendência a achar que pode comer à vontade”, ressalta a médica. Se for para comer duas porções de algo light, melhor consumir uma porção pequena da versão tradicional.

bebidas-alcoolicas-erros

Foto: Shutterstock

3. Beber calorias

Refrigerantes e sucos podem ser uma fonte suspeita de calorias. Suco de laranja natural é muito saudável, mas isso não quer dizer que você possa tomar dois ou três copos por dia. “O pior é que sucos não costumam matar a fome, aí a pessoa come um salgadinho para acompanhar. Na hora da refeição, jamais peça um suco ou refrigerante (mesmo light). Tome água ou uma xícara de chá sem açúcar. Deixe o suco de frutas frescas para o café da manhã”, ensina a especialista.

Além disso, as bebidas alcoólicas também são fontes de caloria:  “O álcool é o maior inimigo da perda de peso. Além de sobrecarregar o fígado, é puro carboidrato com calorias vazias, ou seja, sem nutrientes”, diz Tamara. Por não ter fibras, gorduras ou proteínas, a absorção do álcool é imediata, armazenando calorias em forma de gordura. Daí vem a famosa barriga de chope.

4. Lanchinhos na hora do almoço

A pressa (ou a preguiça) diz que não vai ter tempo para almoçar, então você opta por um sanduíche ou salgado. Pior: se lembra daquele chocolate ou barrinha de cereal guardado na bolsa e que pode ser seu almoço. Se não consumir comida “de verdade”, você vai sentir uma fome descontrolada na hora do lanche.

sal-erros

Foto: Shutterstock

 5. Muito sal na comida

O sódio contribui para a retenção de líquidos e o consequente inchaço, o que faz o peso disparar na balança. Além disso, o sal tem relação direta com o aumento da pressão arterial. As maiores fontes de sódio são os alimentos industrializados, embutidos (como salame e mortadela), conservas e lanches prontos, e é muito fácil ultrapassar o limite da ingestão diária recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que é 1 colher (chá). Para não exagerar, capriche no uso de condimentos, ervas e especiarias, que ainda são ricos em nutrientes antioxidantes.

 

Texto: Redação Alto Astral

Consultoria: Tamara Mazaracki, médica ortomolecular e nutróloga

 

LEIA MAIS